Brasileiros Cicinho e Lucas Sacha comemoram o título búlgaro pela terceira vez

Os brasileiros ajudaram a equipe a vencer o Vereya, por 3 a 0, pela 32ª rodada, na sexta-feira (27/4), mas festejaram somente neste domingo com a derrota do CSKA

Brasileiros Cicinho e Lucas Sacha comemoram o título búlgaro pela terceira vez
Cicinho coleciona três títulos no Campeonato Búlgaro, sendo os dois últimos de maneira consecutivaCrédito: Divulgação / Ludogorets

Da Redação
Razgrad, BUL, 29 de abril de 2018

O futebol brasileiro está em alta na Bulgária. Pela segunda vez consecutiva (a terceira desde 2015), o lateral direito Cicinho, ex-Santos, e o meia Lucas Sacha, revelado nas categorias de base do Corinthians e que despontou no extinto Grêmio Barueri, deram a volta olímpica conquistando o título, a tradicional Liga Parva, com a camisa do Ludogorets.

O título do Campeonato Búlgaro foi conquistado com quatro rodadas de antecedência. Após a vitória sobre o Vereya, por 3 a 0, pela 32ª rodada da competição, na última sexta-feira (27/4), o caneco ficou próximo. Porém, a conquista só foi confirmada após a partida do CSKA contra o Botev, neste domingo (29).

O CSKA, segundo colocado do campeonato, perdeu neste domingo tem mais chances de alcançar o Ludogorets na reta fina de competição. E os brasileiros Cicinho e Lucas Sacha festejam o caneco em casa, ao lado da família.

“Estou muito feliz por mais essa conquista aqui na Bulgária. Os times se reforçaram para essa temporada e sabíamos que as dificuldades seriam maiores. Temos um grupo muito bom e unido. Fizemos o melhor em campo e fomos coroados´´, revela o lateral Cicinho.

Neuciano de Jesus Gusmão, de 29 anos, que todo mundo conhece por Cicinho, começou a carreira no Remo. Depois passou pelo Juventude-RS e Brasil-RS, antes de desembarcar no futebol paulista para defender a Ponte Preta. E de Campinas seguiu para o Santos, onde em 2015 foi negociado com o Ludogorets.

Já Lucas Pacheco Affini, de 28 anos, apelidado de Lucas Sacha, começou nas categorias de base do Corinthians, mas foi profissionalizado no Grêmio Barueri. No futebol brasileiro atuou também no São José. Fora do país defendeu o CSKA Sofia *Bulgária), Hapoel Tel Aviv (Israel) e Catanzaro (Itália). Também está desde 2015 no Ludogorets.

“O título é fruto do nosso trabalho e dedicação. Os torcedores estão em festa, assim como nós. Esse é o meu terceiro título aqui no Ludogorets´´, comemora o meia Lucas Sasha.

 

 

 

 

 

Fonte: Tuddo

Recomendadas