Copa do Brasil: Mano elogia Cruzeiro no primeiro jogo decisivo e vai escalar reservas contra o Vasco

Melhor em campo o tempo todo na partida de ida da final da principal competição de mata-mata do Brasil, na vitória por 1 a 0 diante do Corinthians, quarta-feira, gol de Thiago Neves, o treinador encheu a bola da Raposa e vai valorizar elenco no Brasileiro

Copa do Brasil: Mano elogia Cruzeiro no primeiro jogo decisivo e vai escalar reservas contra o Vasco
Enquanto reservas jogarão no Campeonato Brasileiro, titulares se concentrarão na partida decisiva da Copa do BrasilCrédito: : Vinnicius Silva / Cruzeiro

Da Redação
Belo Horizonte, MG, 11 de outubro de 2018

Antes de comentar o triunfo sobre o Corinthians por 1 a 0, na última quarta-feira (10/12), no Mineirão, no duelo de ida da decisão da Copa do Brasil, o técnico Mano Menezes tratou de elogiar o desempenho de seus jogadores. Ele lembrou, que apesar da boa campanha do Cruzeiro no torneio, o time não havia conquistado nenhuma vitória em casa, se classificando com os resultados conquistados na casa do adversário.

“Primeiro vamos falar da atuação da equipe. Vínhamos de eliminação na Copa Libertadores, então tínhamos que ter postura para tentar buscar a primeira vitória dentro de casa. Não havíamos vencido nenhum jogo como mandante. Trazíamos essa carga com a gente e precisávamos desmanchar isso. A equipe teve personalidade, teve jogo, teve controle. Eu estou satisfeito com o que a equipe apresentou. Os campeões também precisam ser humildes de saber que do outro lado tem grande equipe, com os mesmos propósitos que a gente. Fizemos a primeira parte da final. Vamos disputar o título em São Paulo na quarta-feira que vem. Estamos vivos para disputar o título´´, disse o treinador.

Sobre a opção de escalar Ariel Cabral no posto de Lucas Silva, o treinador disse que gostaria de equilibrar a passagem do adversário pelo lado esquerdo. Além disso, Mano Menezes relatou que gostaria de mais armação do meio campo contra o forte setor do adversário.

“Ariel Cabral entrou porque eu queria equilibrar um jogador canhoto para dar equilíbrio de passagem ao lado esquerdo. Também entendi que os nossos volantes deveriam armar mais o jogo, porque o Corinthians jogou com linhas baixas em partidas anteriores e foi o que aconteceu. E Ariel Cabral é um pouco mais meia do que o Lucas Silva. O Lucas é volante. A escolha foi para dar saída natural do lado esquerdo, por um jogador para apoiar e buscar o passe para frente em direção a Rafinha. Acho que funcionou bem. O Lucas não saiu porque estava jogando mal. Apenas foi uma questão estratégica para esse jogo em que sabíamos que teríamos a posse da bola e precisaríamos de criação dos dois jogos. As coisas funcionaram bem´´, definiu o treinador.

Para descansar o elenco, Mano Menezes antecipou que a partida contra o Vasco, no domingo (14), às 16 horas, em São Januário, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro jogará com equipe totalmente reserva. Exceto o lateral esquerdo Egídio, titular, que recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora da grande decisão.

“O Egídio vai jogar em São Januário para aprender a não levar o terceiro cartão amarelo´´, brincou o treinador. “E o time que enfrentou o Corinthians treinará para a segunda partida. Faremos um time totalmente diferente contra o Vasco´´, avisou Mano Menezes.

 

Fonte: assessoria de imprensa do Cruzeiro

 

Recomendadas