Croata: Brasileiro Bady diz que NK Istra festejou feito título a sua permanência na Primeira Divisão

Emprestado pelo Gençlerbirligi, da Turquia, para defender o NK Istra, da Croácia, o jogador chegou em meio a má fase da equipe. Conseguiu escapar do rebaixamento e nos playoffs para escapar da Segunda Divisão conseguiu levar a melhor

Croata: Brasileiro Bady diz que NK Istra festejou feito título a sua permanência na Primeira Divisão
O meia Bady descansa na cidade de São José do Rio Preto com familiares e aguarda definição do seu futuroCrédito: Divulgação / NK Istra

Da Redação
Pula, CRO, 7 de junho de 2018

Já em São José do Rio Preto desde o início da semana para curtir a família e descansar, o meia Bady é só sorrisos. Não que o NK Istra tenha sido uma das melhores equipes da temporada na Croácia. Longe disso. Mas a equipe que o brasileiro defendeu por empréstimo junto ao Gençlerbirligi, time turco com quem tem contrato, acabou fazendo muita festa após seu último jogo.

É que após alguns problemas durante a competição, o NK Istra sofreu com a instabilidade e passou a brigar contra o rebaixamento. Conseguiu escapar da 10ª posição – que já o rebaixaria automaticamente – graças a um golaço do brasileiro nas últimas rodadas. O time de Bady acabou em nono e indo para a disputa dos playoffs,  diante do Varazdin. E deu tudo certo: vitória na ida por 3 a 1 e derrota na volta por 1 a 0 com um homem a menos em campo.

Por isso, o clube acabou a temporada europeia em festa. Bady conta que torcida, dirigentes e jogadores fizeram grande comemoração na última semana.

“Foi um campeonato muito tenso por aqui. Quando vim emprestado, o time não conseguia vencer. Sofreu com a falta de confiança e foi ficando na parte de baixo da tabela. Seria muito ruim para os planos do clube um rebaixamento. No fim deu tudo certo. Conseguimos encaixar nas últimas partidas. Foi uma festa grande com a permanência. Todos muitos felizes. Foi quase um título. Os torcedores fizeram grande festa´´, relembrou o jogador, com boas passagens por Figueirense, Ponte Preta e Atlético Paranaense.

Ainda com contrato com o Gençlerbirligi, a tendência é que Bady volte ao clube da Turquia na próxima temporada. A definição ainda não ocorreu. O meia de 29 anos prefere focar no descanso.

“Sinceramente eu ainda não sei o que vai acabar acontecendo. Claro que a tendência é que eu volte para a Turquia e jogue a próxima temporada lá. Mas não está nada definido. Tem algumas coisas em andamento. Sei que posso trocar de país por lá ou até voltar para o Brasil. Sinceramente quero descansar. Curtir a família que você acaba ficando longe nesse tempo. Deixo nas mãos do meu empresário que vai fazer o melhor para mim com certeza´´, finalizou o armador, que pelo NK Istra fez 14 jogos dos 15 do time desde que chegou, deu três assistências e marcou um gol.


Fonte: AV

Recomendadas