Especial: Eliane Souza afirma que terapia tântrica ajuda no desempenho de atividades esportivas

Ela aponta que relaxamento dos músculos eleva o potencial de atletas para o exercício de suas funções em qualquer que seja a modalidade esportiva

Especial: Eliane Souza afirma que terapia tântrica ajuda no desempenho de atividades esportivas
A terapeuta Eliane Souza acredita na terapia tântrica como método auxiliar no desempenho de esportistas - Crédito: Divulgação

Da Redação
Cotia, SP, 02 de junho de 2018

Colaborar com o desempenho de atletas esportivo é o grande propósito da terapêutica Eliane Souza, que segundo ela gosta de futebol mas não tem clube definido para sua torcida. Especialista em terapia tântrica, ela ressalta que o relaxamento proporciona uma sensação de conforto e alívio, reduzindo o estresse e a tensão proporcionada pela alta competitividade dos jogos em que estes estão envolvidos.

“É uma ação importante para que possa servir como mecanismo individual de concentração e tranquilidade. Dessa forma, o atleta terá maior capacidade para exercer suas funções em qualquer que seja a modalidade esportiva em que esteja envolvido. Recomendo a terapia tântrica para esta finalidade”, explicou a terapêutica Eliane Souza.

Além de atuar nos bastidores do universo esportivo, Eliane revelou que ainda busca uma identificação com alguma equipe de futebol para extravasar sua energia. Mas, ressalta que sua preferência está voltada para o tratamento dos atletas, além de propiciar condições para que estejam atuando no mais alto nível.

“Já me incomodei mais com este fato de não ter ainda uma equipe de futebol para torcer. Atualmente estou muito tranquila quanto a isso. Voltei minhas atenções para o bem-estar dos atletas e quero proporcionar á eles tranquilidade e segurança no trabalho deles através dos meus serviços”, declarou.

Por fim, a terapêutica acredita que o processo de relaxamento da musculatura por meio da terapia tântrica colabora também em outras atividades da vida pessoal. “Este método não serve apenas para os esportivas, mas também para a vida fora das quadras, ginásios e estádios. Ela colabora e muito na atividade sexual do indivíduo e afins”, encerrou.

Recomendadas