Grego: Na Grécia, o brasileiro Farley é eleito para o meio-campo na seleção da temporada

Formado nas categorias de base de Cruzeiro, passando depois pelo Sporting-POR, o jogador atua no futebol europeu desde 2010 e chegou ao Panetolikos em 2016

Grego: Na Grécia, o brasileiro Farley é eleito para o meio-campo na seleção da temporada
Farley atuou em 29 das 30 rodadas (28 como titular), marcou sete gols e distribuiu três assistênciasCrédito: Divulgação / Panetolikos

Da Redação
Agrinio, GRE, 15 de maio de 2018

O meio-campista Farley Rosa, do Panetolikos, foi escolhido pela Superliga Grega para a seleção da temporada 2017/2018. O brasileiro, premiado nesta terça-feira (15/5), foi o grande destaque do time no campeonato, atuou em 29 das 30 rodadas (28 como titular), marcou sete gols e distribuiu três assistências, participando diretamente de um terço dos tentos da equipe, oitava colocada na competição.

Farley deixou o Brasil ainda cedo, aos 16 anos, para realizar o sonho de atuar no futebol europeu. Desde 2010 atuando no Velho Continente, o jogador de 24 anos fez questão de lembrar suas origens no interior de Minas Gerais e agradecer o apoio que recebeu a longo de sua carreira.

“Quero muito agradecer primeiro a Deus, família, namorada e o pessoal da Think Ball. que cuida da minha carreira por todo o suporte e ajuda que tive durante essa temporada. Dedico esse prêmio também à minha cidade Santo Antônio do Jacinto, que sempre torceu por mim. E, claro, obrigado a todos do Panetolikos, sem meus companheiros esse prêmio não seria possível´´, disse o meia.

“Estar entre os melhores do campeonato é uma grande honra para mim, bem como para a minha equipe ser representada nessa seleção. Me sinto muito feliz por jogar na Grécia e na Superliga, e estou muito honrado por receber este prêmio´´, concluiu.

Formado na Academia do Sporting-POR (2010 a 2013), em Alvalade, Farley começou nas categorias de base do Cruzeiro (2007 a 2009) antes de se transferir para Portugal. Em seguida, se profissionalizou no Sevastopol (2013/14), equipe abalada pela crise na região da Crimeia, na Ucrânia, e defendeu Apollon (2014/15 e 2015/16) e AEK Larnaca (2015/16), ambos do Chipre. O brasileiro está no Panetolikos desde julho de 2016.

Fonte: Rafael Alvarez

Recomendadas