K-League: Alemão, titular do Pohang Steelers, valoriza primeiros seis meses na Coreia do Sul

Peça importante da equipe, o defensor esteve em campo na última quarta-feira (18/7), na vitória, fora de casa, por 1 a 0 diante do Daegu, pelo Campeonato Coreano. Animado, o jogador afirma que vem conseguindo se comunicar melhor

K-League: Alemão, titular do Pohang Steelers, valoriza primeiros seis meses na Coreia do Sul
O zagueiro Alemão está animado com o crescimento do setor defensivo da sua equipeCrédito: Divulgação / Pohang Steelers

Da Redação
Pohang, KOR, 22 de julho de 2018

Contratado no início da temporada para defender o Pohang Steelers, da Coreia do Sul, o zagueiro Alemão vem, cada vez mais, ganhando espaço e confiança no time. Titular e peça importante da equipe, o defensor esteve em campo na última quarta-feira (18/7), na vitória fora de casa por 1 a 0 sobre o Daegu, pelo Campeonato Coreano.

“A vitória era muito importante para nós, independente do placar, precisávamos somar os três pontos para continuar subindo na tabela. Como zagueiro, fico feliz pelo time não ter sofrido gol novamente, é sinal de que o trabalho vem sendo bem feito. Com defesa sólida e segura, nossa chance de ganhar será sempre grande. Agora temos que manter o foco para conseguir boa sequência de resultados e alcançar os primeiros colocados para garantir nossa classificação´´, analisou o experiente jogador, que completou 32 anos no último sábado (14).

Há pouco mais de seis meses na Coreia do Sul, Alemão destaca a importância da sequência de jogos e revela como vem lidando com a vida no país oriental.

“Quando cheguei tive algumas dificuldades e, apesar de já ter tido experiência fora do país, aqui o futebol é diferente do que estava acostumado a jogar. Além disso, a questão da comunicação também dificultou, muitas vezes é difícil entender o que os jogadores falam dentro de campo. Mas, com o passar do tempo, você vai se acostumando e se adaptando. Depois que eu fiz minha estreia pelo time, ganhei sequência de jogo e as coisas melhoraram, principalmente questão de entrosamento em campo. A cada dia que passa sinto uma evolução´´, concluiu.

 

Fonte: AV

 

Recomendadas