Libertadores: Borja desmente problemas com torcida do Palmeiras e pede apoio em todos os jogos

A palavra profissionalismo combina muito bem com o colombiano, artilheiro do Verdão, autor dos três gols na vitória por 3 a 1 em cima do Junior Barranquilla, seu time do coração. Ele foi o carrasco em campo, mas não tripudiou no rival

Libertadores: Borja desmente problemas com torcida do Palmeiras e pede apoio em todos os jogos
``Se os torcedores do Palmeiras soubessem a força que têm, não vaiariam a equipe´´, disse o artilheiroCrédito: César Greco / Palmeiras

Da Redação
São Paulo, SP, 17 de maio de 2018

O grande destaque no Palmeiras na vitória por 3 a 1 diante do Junior Barranquilla, quarta-feira (16/5), no Allianz Parque, na última rodada da fase de grupos da Libertadores, foi o colombiano Borja. Ele fez os três gols do Verdão, que entre os 32 clubes participantes da primeira fase, foi o de melhor campanha, e não comemorou nenhum. Apenas abraçou os companheiros. Bronca com a torcida? Nada disso! Quando garoto, o jogador torcia para o adversário, e eliminá-lo da competição sul-americana foi uma obrigação profissional nada prazerosa.

“Eu sou torcedor do Junior e por isso não comemorei. É uma mistura de alegria, por marcar gols e fazer o Palmeiras vencer, e ter a melhor campanha da Libertadores, e eliminar o time que torço. O Junior deveria ter vencido o Boca Juniors em Barranquilla. Não venceu e por isso está eliminado´´, explicou, descartando qualquer problema com a pequena parcela da torcida que o vaiou no intervalo da partida, quando o placar apontava 0 a 0.

Em relação aos torcedores do Palmeiras, que ficaram bravos após a derrota para o Corinthians por 1 a 0, em Itaquera, no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro, e exageraram nos protestos, ofensas e ameaças, e voltaram a ficar bravos no intervalo diante do Junior Barranquilla, pela Libertadores, Borja tem apenas um pedido: paciência!

“Se os torcedores do Palmeiras soubessem a força que têm, certeza, não vaiariam a equipe até o final da partida. Com o apoio deles, somos mais fortes. É preciso ter paciência. Vamos crescer e brigar pelo título´´, avisou.

Com a classificação assegurada às oitavas de final da  Libertadores, o Palmeiras entrou em campo diante do Junior Barranquilla com time considerado misto. Além dos três gols de Borja, quem também brilhou defendendo pênalti foi Fernando Prass. Téo Gutiérrez marcou o gol do time colombiano.

Os números da melhor campanha do Palmeiras na primeira fase são compostos por 16 pontos. E o time tem o melhor ataque do seu grupo (14 gols), a defesa menos vazada (dois gols sofridos) e está invicto na competição (com cinco vitórias e um empate).

O Palmeiras volta a campo neste sábado (19), pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Em casa, encara o Bahia. Já na Libertadores, o Verdão aguarda sorteio da Conmebol para conhecer seu adversário das oitavas de final. O sorteio será realizado no dia 4 de junho, às 20 horas (de Brasília).

Fonte: assessoria de imprensa do Palmeiras

 

Recomendadas