Moldávia: Brasileiro busca dobradinha na atual temporada para conquistar sexto título pelo FC Sheriff

Tem atacante brasileiro marcando gols e fazendo muito sucesso na Moldávia. Jô Santos, que tem em sua coleção quatro canecos pelo Sheriff, traça planos para ganhar a Liga da Moldávia, onde tem 19 pontos a mais que o vice líder, e a Copa local

Moldávia: Brasileiro busca dobradinha na atual temporada para conquistar sexto título pelo FC Sheriff
Mesmo eliminado nas preliminares das competições europeias, Jô Santos segue com muita moral na MoldáviaCrédito: Divulgação / FC Sheriff

Da Redação
Tiraspol, MDA, 20 de setembro de 2018

Líder isolado da National Division, a principal Liga da Moldávia, o FC Sheriff caminha tranquilamente para mais um título regional. Atualmente são 10 pontos de distância para o segundo colocado, o Milsami, restando apenas oito rodadas para o término da competição. Na Copa da Moldávia, a equipe de Tiraspol também vai bem, marcando presença nas quartas de final.

O atacante Jô Santos, que já acumula quatro títulos pelo clube, demonstra confiança para ampliar a prateleira de troféus, porém, prega cautela para a equipe não fugir dos trilhos e deixar escapar o que parece estar tão próximo.

“No futebol sempre devemos manter os pés no chão, pensar jogo a jogo. Nosso time está muito bem na Liga e na Copa. Queremos buscar os dois títulos, esse é o objetivo. O Sheriff a cada ano carrega consigo o peso de ser o maior do país, e, portanto, precisa ganhar tudo que disputa´´, salientou o jogador.

Conquistar a dobradinha é a missão do Sheriff na temporada 2018, uma vez que não conseguiu a vaga nas competições europeias. O time moldavo foi eliminado nos Playoffs da UEFA Champions League pelo FK Shkendija, da Macedônia. O atacante Jô Santos anotou dois gols na fase pré-eliminatória.

“Fizemos bons jogos nesta fase, eliminamos o Torpedo Kutasai, da Georgia, e depois jogamos de igual para igual contra o Shkendija. Na pré-eliminatórias da Europa League, batemos o Valur, da Islândia, e esbarramos no Qarabag, do Cazaquistão. Mas foi importante para ganharmos experiência. Tenho certeza que em breve o Sheriff estará disputando com frequência a fase de grupos destas competições´´, avaliou Jô Santos.

 

Fonte: Falcon

 

Recomendadas