Portugal: Em pré-temporada no Porto, Felipe se vê maduro e elogia novo técnico e torcedores

Com o ex-corintiano na defesa, a equipe portuguesa alcançou a média de menos de um gol sofrido por partida na última temporada

Portugal: Em pré-temporada no Porto, Felipe se vê maduro e elogia novo técnico e torcedores
O zagueiro brasileiro Felipe elogiou a chegada do técnico Sérgio Conceição ao Porto (POR) - Crédito: Divulgação

Da Redação
Porto, POR, 08 de julho de 2017

Após grande desempenho em seu primeiro ano no Porto (POR), o zagueiro Felipe deu início aos trabalhos com a equipe no Centro de Treinos e Formação Desportiva Porto Gaia, em Portugal, de olho na temporada 2017/18. O jogador de 28 anos, que deixou o Corinthians na metade de 2016, afirma que está mais maduro e espera seguir evoluindo.

Ele foi homem de confiança do técnico Nuno Espírito Santo, que deixou o clube após o fim do Campeonato Português, dando lugar para Sérgio Conceição. “Estou mais maduro. Tento melhorar cada vez mais para não “estacionar” porque, no futebol, nunca podemos nos acomodar”, ressaltou.

“Os primeiros trabalhos nessa pré-temporada já foram de muita força, e nos sentimos bem. O estilo do Sérgio Conceição é um pouco parecido, ainda que com algumas coisas diferentes tecnicamente. Ele é um treinador que gosta de conversar, que coloca as suas ideias de forma transparente e isso é muito importante, tanto para o jogador como para a equipe”, explicou.

Na temporada 2016/17, Felipe disputou 45 partidas, todas como titular e sem ser substituído. Ele foi um dos alicerces do sistema defensivo do Porto, que consolidou-se como uma das melhores defesas da Europa. Com o ex-corintiano em campo, a média de gols sofridos foi de apenas 0,57 por partida.

As boas atuações renderam ao zagueiro o reconhecimento da Uefa, entidade que comanda o futebol do Velho Continente, que colocou-o na Seleção do Campeonato Português 2016/17. Os torcedores também o colocaram como um dos principais jogadores do elenco, com inúmeras manifestações nas redes sociais e nas arquibancadas do Estádio do Dragão. “Espero que continuem a nos apoiar, como no ano passado. A torcida foi um jogador a mais em todos os jogos, representou um apoio muito importante para nós”, concluiu.

Recomendadas