Rússia 2018: Em partida eletrizante, Croácia vence Rússia nos pênaltis e vai para a semifinal da Copa

No tempo normal, croatas e russos ficaram no empate por 1 a 1, neste sábado, em Sochi. Depois, na prorrogação, outro empate por 1 a 1, com Mário Fernandes deixando tudo igual nos minutos final. Mas nas penalidades deu Croácia: 4 a 3

Rússia 2018: Em partida eletrizante, Croácia vence Rússia nos pênaltis e vai para a semifinal da Copa
Depois de empate por 1 a 1 no tempo normal, e outro 1 a 1 na prorrogação, Croácia leva a melhor nos pênaltisCrédito: Divulgação / FIFA

Da Redação
Sochi, RUS, 7 de julho de 2018

A Croácia é semifinalista da Copa do Mundo. Em jogo eletrizante, repleto de alternativas para os dois lados, muitos gols e emoção nas penalidades máximas, a seleção croata derrotou a Rússia por 4 a 3 e continua com o sonho de levantar o caneco. No tempo normal, a partida terminou empatada por 1 a 1, com outro 1 a 1 na prorrogação (2 a 2), quando Vida marcou no primeiro tempo, e o brasileiro naturalizado russo Mário Fernandes empatou nos minutos finais da etapa final. A partida foi realizada neste sábado (7/7), no Estádio Fisht, em Sochi.

Agora, na semifinal, a Croácia vai medir forças com a Inglaterra, que eliminou a Suécia também neste sábado. O jogo está previsto para a próxima quarta-feira (11), às 15 horas (de Brasília), em Moscou.

A Rússia iniciou a partida marcando alto, tentando impedir o toque de bola e a ofensividade da Croácia. O melhor futebol da seleção da casa acabou surtindo efeito aos 31 minutos, com o artilheiro russo Cheryshev, em belo chute de fora da área. Mas, aos 39, Kramaric deixou tudo igual.

No segundo tempo, a Croácia voltou melhor e a Rússia encolheu na defesa, marcando e tentando sair nos contragolpes. Perisic, dentro da área, perdeu gol incrível ao bater cruzando, com a bola acertando a trave e passando atrás das costas do goleiro. E terminou o jogo em 1 a 1.

Na prorrogação, aos 11 minutos do primeiro tempo, o zagueiro Vida, em bela cabeçada, após cobrança de escanteio, colocou a Croácia na frente: 2 a 1. Na etapa final, a Rússia se lançou ao ataque e merecidamente chegou aos empate, aos 10 minutos, em cobrança de falta de Dzagoev, Mário Fernandes, de cabeça, deixou tudo igual: 2 a 2.

Nas cobranças de pênalti, Smolov abriu para a Rússia, tentou dar cavadinha ridícula e perdeu. Brozovic fez 1 a 0 para Croácia. Dzagoev empatou: 1 a 1. Kovacic bateu e Akinfeez defendeu. Mário Fernandes cobrou para fora, enquanto Modric fez 2 a 1. Ignashevich igualou 2 a 2. Vida fez 3 a 2 e Kuzyaev igualou. Na última cobrança, Rakitic decretou a classificação da Croácia: 4 a 3.

FICHA TÉCNICA

RÚSSIA (3) 2 X 2 (4) CROÁCIA

Local: Estádio Fisht, em Sochi (Rússia)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Brasil)
Público: 44.287
Cartões Amarelos: Gazinskiy (Rússia); Lovren, Strinic, Vida e Pivaric (Croácia)
Gols: Cheryshev, aos 31; e Kramaric, aos 39 minutos do primeiro tempo. Vida, aos 11 minutos do primeiro tempo da prorrogação. Mário Fernandes, aos 10 minutos do segundo tempo da prorrogação
Pênaltis: Smolov e Mário Fernandes perderam. Dzagoev, Ignashevich e Kuzyaev marcaram para Rússia. Kovacic perdeu. Brozovic, Modric, Vida e Rakitic marcaram para a Croácia

RÚSSIA
Akinfeev; Mário Fernandes, Kutepov, Ignashevich, Kudryashov; Zobnin, Kuzyaev, Samedov (Erokhin), Golovin (Dzagoev), Cheryshev (Smolov); Dyzuba (Gazinskiy)
Técnico: Stainislav Cherchesov

CROÁCIA
Subasic; Vrsalijko (Corluka), Vida, Lovren, Strinic (Pivaric); Rakitic, Modric, Rebic, Kramaric (Kovacic), Perisic (Brozovic); Mandzukic
Técnico: Zlatko Dalic

Recomendadas