Rússia 2018: Essam Elhadary pede desculpas aos egípcios por campanha na Copa do Mundo

Arqueiro da seleção do Egito é o atleta mais velho a disputar uma partida de Copa do Mundo em 21 edições da competição

Rússia 2018: Essam Elhadary pede desculpas aos egípcios por campanha na Copa do Mundo
O goleiro Essam Elhadary é o jogador mais velho a jogar uma partida de Copa do Mundo - Crédito: Divulgação / FIFA.com

Da Redação
Volgogrado, RUS, 25 de junho de 2018

Egito e Arábia Saudita entraram em campo apenas para cumprir tabela pelo grupo A da Copa do Mundo da Rússia em função da eliminação precoce de ambas as seleções nas rodadas iniciais do Mundial. Contudo, o goleiro Essam Elhadary conseguiu com sua marca ofuscar o talento do atacante Mohamed Salah, atacante do Liverpool (ENG). Com 45 anos, ele se tornou o jogador mais velho a disputar uma partida de Copa do Mundo e pediu desculpas aos egípcios pela campanha da seleção na competição.

“Peço desculpas ao povo egípcio em meu nome e pelos meus colegas depois das três derrotas. Tentamos e não tivemos sorte – isso é futebol. Tenho orgulho do que conquistei e essa conquista é digna do Egito.Eu fiz isso com a ajuda de todos os nossos jogadores”, declarou o goleiro Essam Elhadary, que defendeu uma cobrança de pênalti na derrota para a Arábia Saudita por 2 a 1.

O recorde anterior pertencia ao também goleiro Faryd Mondragon, que defendeu a seleção da Colômbia na partida contra o Japão na Copa do Mundo do Brasil em 2014. Antes do Mundial, Essam defendeu a seleção do Egito na disputa da Copa das Confederações de 2009 realizada na África do Sul. Os gols da partida de Volgogrado foram anotados por Mohamed Salah para o Egito, enquanto Salman e Salem marcaram para os sauditas.

“Fui o goleiro do Faraó há anos, inclusive durante as eliminatórias para a Copa do Mundo. Nossos esforços deram frutos e voltamos ao cenário mundial depois de de 28 anos. Esse feito agora foi coroado por quebrar meu recorde mundial. O que eu realizei neste torneio foi o resultado de anos de trabalho duro, treinamento dedicado e sofrimento que poucos conhecem. Esta é uma grande conquista para o Egito mais do que para mim pessoalmente. É uma conquista para todos os egípcios”, encerrou.

Depois de perder por 2 a 1 para a Arábia Saudita nesta segunda-feira, 25, na Arena Volgogrado, em Volgogrado (RUS), o Egito encerrou sua participação nesta edição da Copa do Mundo, que está sendo realizada na Rússia, na 4ª colocação do grupo A com nenhum ponto conquistado. O selecionado africano marcou dois gols na competição, todos marcados pelo atacante Mohamed Salah, e sofreu outros seis gols.

Recomendadas