Rússia 2018: Hernan Gomez espera retorno do Panamá a uma edição de Copa do Mundo

A seleção da América Central e o Egito foram as únicas que não pontuaram nesta edição da Copa do Mundo

Rússia 2018: Hernan Gomez espera retorno do Panamá a uma edição de Copa do Mundo
Panamenhos comemoram o gol marcado na derrota por 2 a 1 para a Tunísia na despedida da Copa do Mundo - Crédito: Divulgação / fb.com-fepafut

Da Redação
Saransk, RUS, 28 de junho de 2018

Debutante em disputas de Copa do Mundo, o Panamá se despediu do Mundial que está sendo realizado na Rússia nesta quinta-feira, 28, com a derrota por 2 a 1 diante da Tunísia. Os panamenhos ao lado dos egípcios foram às únicas seleções a não pontuar na Copa do Mundo da Rússia. Já o técnico panamenho Hernan Gomez quer o retorno da seleção a uma Copa para melhorar esta campanha.

Apesar do retrospecto negativo, o Panamá tentou deixar a Rússia com alguma pontuação. O selecionado comandado por Gomez abriu o marcador contra a Tunísia com um gol contra de Meriah. Mas, permitiu a reação dos tunisianos que viraram o placar com Khazri e F. Ben Youssef. Entretanto, o momento alto dos panamenhos neste mundial ficou por conta do inédito gol marcado em Copas com o zagueiro Felipe Baloy na derrota por 6 a 1 para a Inglaterra.

Contudo, o comandante Hernan Gomez espera que o Panamá possa voltar a disputar a Copa do Mundo com alguma frequência para que possa melhorar retrospecto de sua primeira participação. Além disso, ele entende que a oscilação dos participantes na competição é natural, e que nesta edição enfrentou seleções de grande potencial técnico.

“Esta é a natureza da Copa do Mundo. Há altos e baixos. Você nunca quer sair. Tivemos duas, na verdade três equipes muito difíceis, com muita experiência neste nível. Espero que o Panamá [possa] retornar a uma Copa do Mundo e não ser o pior”, encerrou.

Depois de perder por 2 a 1 para a Tunísia nesta quinta-feira, 28, na Arena Mordóvia, em Saransk (RUS), o Panamá encerrou sua participação nesta edição da Copa do Mundo, que está sendo realizada na Rússia, na 4ª colocação do grupo G com nenhum ponto conquistado. O selecionado da América Central marcou dois gols na competição com Felipe Baloy e Meriah (da Tunísia contra) e sofreu outros onze gols.

Recomendadas