Série A: Após a saída de Apodi, Eduardo assume a lateral da Chapecoense prometendo dedicação

Com novo titular direito, louco para mostrar serviço, a tradicional Chape entra em campo nesta quinta-feira (19/7), às 19h30, com o apoio da sua torcida, na Arena Condá. O adversário será o Bahia, que também precisa de pontos para fugir do Z4

Série A: Após a saída de Apodi, Eduardo assume a lateral da Chapecoense prometendo dedicação
Eduardo está confirmado no time titular pelo técnico Gilson Kleina na retomada do Campeonato BrasileiroCrédito: Sirli Freitas/Chapecoense

Da Redação
Chapecó, SC, 18 de julho de 2018

O lateral direito Carlos Eduardo Santos Oliveira, o Eduardo, chegou na Chapecoense no ínicio de 2018. O atleta, de 31 anos, abraçou o projeto do clube e decidiu vir a Chapecó para fazer história no clube alviverde. E agora, com a saída do titular Apodi, ele terá sua grande oportunidade de assumir a posição no Campeonato Brasileiro.

Natural de Maceió, o jogador já passou por clubes como Criciúma, Joinville, Vasco, Atlético- PR e Bahia, clube onde jogou nas últimas duas temporadas. Revelado no CRB, Eduardo chegou a Chapecó com o pensamento de ajudar a Chapecoense a conquistar grandes objetivos em 2018.

“Sabemos da história desse clube, temos a noção de que aqui é diferente e o quanto temos a responsabilidade de sempre darmos o melhor com essa camisa. A cidade é muito boa e o nosso grupo de trabalho também, isso ajuda muito no processo´´, comentou Eduardo.

Em sua chegada, o atleta teve que lidar com algo incomum em sua carreira: ficar no banco de reservas e aguardar as oportunidades aparecerem.

“Isso é natural no futebol e tenho que ter respeito com os companheiros que estão jogando. O futebol é muito dinâmico e se você se dedica e é profissional as chances irão aparecer. O Apodi é um excelente jogador e eu sempre o apoiei quando ele estava de titular e sabia que se fosse o contrário ele faria o mesmo´´ afirmou o lateral.

Após sete meses de trabalho, Eduardo fará a retomada do Campeonato Brasileiro como titular e vê uma oportunidade de se firmar entre os onze. Ainda assim, segue prezando pelo respeito aos companheiros de posição.

“Me dediquei para que quando a oportunidade chegasse eu pudesse aproveitar. Mas aqui ninguém joga com o nome ou pela experiência, mesmo titular, não quer dizer que vou me acomodar, vou treinar ainda mais. O Marcos Vinícius é um jovem jogador e tem muita qualidade e isso é excelente para o grupo, pois temos jogadores a altura para substituir os que estão jogando´´, finalizou.

Fonte: assessoria de imprensa da Chapecoense

 

Recomendadas