Série A: Daniel lamenta a troca de comando na Ponte Preta e aguarda definição do seu futuro no São Paulo

Depois de um período promissor na Macaca, entre o Campeonato Paulista e o início de Série B do Brasileiro, o meia estava conseguindo driblar os problemas de sucessivas contusões, mas a troca de treinador abreviou o seu período em Campinas

Da Redação
São Paulo, SP, 7 de maio de 2018

Sem renovar contrato com a Ponte Preta, o meia Daniel retornou ao São Paulo onde aguarda a definição de um novo clube. O jovem, de 24 anos, que surgiu no Botafogo, teve no time campineiro sua melhor sequência, desde que saiu do clube carioca. Passou pelo Tricolor Paulista e pelo Coritiba, nos últimos anos, mas sem muitas oportunidades.

Daniel determinou a troca de comando como grande definidor para sua saída da Ponte Preta, que vem disputando a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro da Série B.

“Eu tive uma sequência boa na Ponte Preta. Foram 10 jogos. Cheguei depois do início do ano, mesmo atrás dos demais ganhei meu espaço no time, ajudei com assistências, mas após a saída do Eduardo Baptista, acabei não tendo mais oportunidades. O treinador (Doriva) que assumiu tinha suas preferências e acabou que não joguei mais. Ia para o banco, mas não entrava. Mas estive melhor fisicamente, longe dos problemas que tive no São Paulo e Coritiba e agora estou treinando a parte, para manter o ritmo, aguardando uma nova definição´´, disse.

Dois clubes da série A sondaram o meia, que aguarda definição. Em princípio, o técnico Diego Aguirre não pretende contar com Daniel, que deve ser liberado pela diretoria para um novo período de empréstimo.

 

Fonte: P2