Série A: Do Santos B ao time principal, Diego Pituca realiza sonho em estreia e quer mostrar mais

Contratado junto ao Botafogo (SP) na temporada anterior, o meia disputou no ano passado a Copa Paulista com a camisa do Peixe

Série A: Do Santos B ao time principal, Diego Pituca realiza sonho em estreia e quer mostrar mais
Antes de ingressar ao time do técnico Jair Ventura, Diego Pituca defendeu a equipe B do Peixe - Crédito: Ivan Storti

Da Redação
Santos, SP, 19 de abril de 2018

A estreia do Santos no Campeonato Brasileiro 2018, no estádio do Pacaembu, ganhou um brilho a mais para um atleta na noite do último sábado, 14. A data, que já era importante por marcar o aniversário de 106 anos do Peixe, ficou ainda mais especial para o volante Diego Pituca. Aos 40 minutos da etapa final, o atleta foi chamado pelo técnico Jair Ventura e deixou o aquecimento atrás do gol para entrar em campo pela primeira vez com a camisa do Alvinegro Praiano.

“Fiquei muito feliz de poder estrear na equipe principal. Na hora que o professor me chamou foi um a emoção muito grande, eu estava um pouco ansioso. Graças a Deus fiz uma boa estreia, uma estreia com vitória”, disse Pituca, que lutava para ter este momento desde o ano passado.

Diego chegou do Botafogo-SP ao Peixe em junho de 2017. Junto da equipe B, o jogador participou da Copa Paulista, em que o Alvinegro Praiano chegou às quartas de final, e do vice-Campeonato Brasileiro de Aspirantes. Com muita dedicação, o jovem de Mogi Guaçu (SP) se mantinha motivado almejando uma oportunidade no time principal.

“O dia da estreia no profissional é o sonho de todo garoto quando começa a jogar futebol. Eu sonhava em jogar com a camisa de um grande clube como o Santos. Quando cheguei no time B, sabia que o sonho estava mais perto, mas também sabia que tinha que me destacar para que pudesse ter uma chance no time de cima. Graças a Deus fui bem no B e hoje estou aqui”, conta atleta de 25 anos.

Com Copa Libertadores, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil pela frente, Pituca sonha agora com outras chances sob o comando do técnico Jair Ventura. Determinado a mostrar o que sabe fazer, o volante se coloca à disposição para ajudar o Peixe nos desafios que estão por vir.

“Temos bastantes campeonatos pela frente e o professor Jair vai dar oportunidade para todo mundo. Tive a minha neste último jogo, já pude mostrar um pouco do meu trabalho. Mas espero ter mais oportunidades. Vou esperar minha chance”, concluiu.

Recomendadas