Série A: Jair Ventura avisa que Corinthians já está evoluindo, sofrendo menos nos jogos e criando mais

O comandante corintiano gostou do desempenho da equipe no empate por 1 a 1 diante do Internacional, no último domingo (23/9), em Itaquera. Além do gol do adversário ter sido ilegal, em impedimento claro, o Timão foi superior o tempo todo

Série A: Jair Ventura avisa que Corinthians já está evoluindo, sofrendo menos nos jogos e criando mais
Treinador do Corinthians entende que a sua equipe foi bem superior ao Internacional no domingo e merecia a vitória em ItaqueraCrédito: Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians

Da Redação
São Paulo, SP, 24 de setembro de 2018

A prévia para o duelo decisivo contra o Flamengo, na quarta-feira (26/9), 21h45, em casa, na partida de volta das semifinais da Copa do Brasil, foi positiva para o Corinthians. Esse é o entendimento do técnico Jair Ventura, que gostou do desempenho da equipe no empate por 1 a 1 diante do Internacional, domingo (23), em Itaquera, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Com um minuto e pouco já tivemos uma chance clara com o Douglas, logo depois o Fagner deu um chute bom que o Lomba fez a defesa. Acabamos sofrendo o gol no final do primeiro tempo. Uma ducha para você ir para o intervalo. Mas, mais uma vez, assim como contra o Sport, o time não se desesperou, continuou com seu jogo apoiado, com o controle do jogo, fizemos o gol logo e parecia que a nossa virada aconteceria mais rápido do que contra o Sport. Mas ela não veio. Mas a gente vê evolução, equipe organizada, que sofre menos e cria mais. Foi um jogo equilibrado, mas as chances mais claras foram nossas´´, analisou Jair Ventura, emendando o que gostou em sua equipe.

“Eu gostei do primeiro tempo. Apesar de não termos finalizado, nós chegamos muito ao terço final. Com cruzamentos, belas triangulações, jogo apoiado. Mas não conseguimos traduzir em muitas finalizações. Mas você ver, nós fomos muito criticados quando não chutamos a gol, mas tem chances claras que você pode chutar para fora e ser mais real do que uma bola que vai para o gol. Tivemos equilíbrio de não sofrer com a transição do Inter. A gente conseguiu controlar. Conseguimos ser ofensivos, sem sofrer na defesa. Mas precisamos conciliar esse desempenho com vitórias´´, justificou o treinador.

Sobre o confronto contra o Flamengo na quarta-feira e o treino que antecede a decisão, Jair Ventura projetou com entusiasmo.

“Minha maior preocupação para esse jogo contra o Inter era a parte mental, para não entrarem nessa partida pensando na decisão de quarta-feira. Trabalhei muito a parte psicológica. O subconsciente é muito forte. Mesmo assim fomos valentes. Agora é virar a chave. Estamos próximos da classificação para a final. Já recebi fotos da torcida fazendo fila para nos prestigiar no dia anterior´´, ressaltou Jair.

 

Fonte: assessoria de imprensa do Corinthians

 

Recomendadas