Série A: Pelo 487º Ba-Vi da história, Bahia defende tabu de 27 anos contra Vitória na Fonte Nova

Os rivais baianos estão separados por apenas dois pontos. O Esquadrão de Aço aparece dentro do Z4, na 17ª posição, com 13 pontos, um atrás do América-MG, primeiro fora da zona de rebaixamento. Já o Rubro-Negro está em 13º lugar, com 15 pontos

Série A: Pelo 487º Ba-Vi da história, Bahia defende tabu de 27 anos contra Vitória na Fonte Nova
Na rodada passada, Bahia empatou, fora, com Chapecoense por 1 a 1, e Vitória venceu, em casa, o Paraná por 1 a 0Crédito: Fotomontagem

Da Redação
Salvador, BA, 21 de julho de 2018

Em mais um capitulo do Ba-Vi, os rivais Bahia e Vitória se enfrentam neste domingo (22/7), às 16 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, o popular Brasileirão.

Os clubes estão separados por apenas dois pontos. No momento, o Esquadrão de Aço aparece dentro do Z4, na 17ª posição, com 13 pontos, apenas um atrás do América-MG, primeiro fora da zona de rebaixamento. Já o Rubro-Negro está em 13º lugar, com 15 pontos, mesma pontuação do Fluminense, que abre a zona de classificação à Sul-Americana em 2019.

Na rodada passada, o Bahia empatou, fora de casa, com a Chapecoense por 1 a 1, enquanto o Leão da Barra derrotou, em casa, o Paraná Clube por 1 a 0.

Este será o 29º Ba-Vi pela Série A do Campeonato Brasileiro, até aqui, com pequena vantagem leonina. São nove triunfos do Vitória, contra oito do Esquadrão de Aço e 11 empates. Porém, a equipe rubro-negra não vence o Ba-Vi como visitante há 27 anos. A última vitória do Leão da Barra foi por 1 a 0, na Fonte Nova, gol de Júnior Guimarães, pelo Brasileirão de 1991.

Vantagem tricolor em 86 anos de Ba-Vi

A rivalidade deste clássico soteropolitano, popular Ba-Vi, o maior clássico da região Norte-Nordeste e um dos maiores do Brasil, teve inicio em 1932. Desde então, em 86 anos de história, os rivais se enfrentaram em 486 oportunidades, com vantagem dos tricolores. Foram 183 vitórias do Bahia, contra 154 vitórias do Leão da Barra, além de 149 empates. Dos 1220 gols marcados, o Esquadrão de Aço assinalou 645 gols e o Vitória fez 575 gols.

No Ba-Vi mais recente, com gol do volante Elton, aos dois minutos do segundo tempo, o Bahia venceu o rival por 1 a 0, em pleno Estádio do Barradão, a Toca do Leão, valendo o segundo jogo da final do Campeonato Baiano deste ano. Como havia vencido o jogo de ida por 2 a 1, na Arena Fonte Nova, o Esquadrão de Aço ficou com o titulo do estadual, quebrando jejum de três anos e acabando com sonho do tricampeonato dos rubro-negros.

Fonte: Luiz Carlos Éden – Sorocaba (SP)

 

Recomendadas