Série A: Samuel Xavier marca, festeja de maneira inusitada e tira do Ceará da zona do rebaixamento

O lateral direito foi o grande destaque na partida realizada no Castelão, na tarde deste sábado (15/9), quando o Vozão superou o Rubro Negro Baiano por 2 a 0, na abertura da 25ª rodada. Ele fez um golaço e deu outro para o atacante Calyson

Série A: Samuel Xavier marca, festeja de maneira inusitada e tira do Ceará da zona do rebaixamento
Samuel Xavier afirma que o seu grande objetivo na temporada é não deixar o Ceará cair para a Segunda DivisãoCrédito: Mateus Dantas / O POVO

Da Redação
Fortaleza, CE, 15 de setembro de 2018

O Ceará está fora da zona do rebaixamento! De maneira provisória, é verdade, mas em ascensão avassaladora nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (15/9), no Castelão lotado pela torcida, o Vozão, comandado pelo técnico Lisca, bateu o vitória por 2 a 0, e alcançou a 15ª colocação, com 27 pontos, mandando para a zona da degola a Chapecoense. O destaque da partida foi o lateral direito Xavier, que deu um gol para Calyson, marcou outro muito lindo, e comemorou retirando a cabeça do mascote e festejando com a galera.

Após a comemoração inusitada e festiva, que agradou em cheio a torcida, companheiros e o técnico Lisca, Samuel Xavier recebeu o cartão amarelo e ficou indignado. Depois, com a explicação do árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro, ele ficou mais contido. No final da partida, irreverente, ele imitou o atacante Marinho, atualmente no Grêmio, para aceitar a advertência.

“Quando fiz o gol pensei em não subir a escada, como fiz da outra vez, pois sabia que receberia o cartão amarelo. Resolvi colocar a cabeça do Vozão e festejar com a torcida. Mesmo assim, o árbitro me deu amarelo. Perguntei o motivo e ele respondeu que não pode comemorar com máscara! Só me resta copiar o Marinho: Sabia não!´´ , gargalhou Samuel Xavier, lembrando da curiosa entrevista de Marinho, quando tomou o terceiro cartão amarelo e não sabia.

No primeiro gol do Ceará, aos 28 minutos do primeiro tempo, Samuel Xavier arrancou ao ataque, invadiu a área e cruzou na medida para Calyson, de peito, mandar a bola para o fundo da rede.

“O importante não é a atuação individual. Fiz o passe porque o Calyson estava melhor colocado. O trabalho coletivo do Ceará foi decisivo na vitória diante do Vitória. Quero é ajudar o Ceará não cair para a Segunda Divisão´´, disse Samuel Xavier.

Em partida inspirada, o lateral do Ceará lembrou que já havia brilhado contra o Icasa, no Campeonato Cearense, e diante do América-MG, no Brasileiro.

“Na partida contra o Icasa, pelo Cearense, eu marquei dois gols e joguei muito bem. Contra o América-MG também. Hoje fiz o passe para o primeiro gol e fiz o segundo. Estou feliz´´, festejou.

 

Recomendadas