Série A1: Ituano anuncia a contratação do veterano Corrêa e do jovem Marcos Serrato

O ex-volante do Palmeiras construiu sua carreira a partir das categorias de base do Galo de Itu nos anos 2000

Série A1: Ituano anuncia a contratação do veterano Corrêa e do jovem Marcos Serrato
Marcelo Serrato (esquerda) e Corrêa (direita) reforçam o Ituano para a disputa do Campeonato Paulista - Crédito: Divulgação

Da Redação
Itu, SP, 20 de novembro de 2017

Correa está de volta ao Ituano depois de 16 anos. Ele começou na base do clube em 1995 aos 14 anos de idade. Jogou até o sub 20. Chegou a fazer um jogo no profissional e em 2000 seguiu sua carreira. Quem também chegou ao Ituano para a temporada de 2018 foi o volante Marcos Serrato, de 23 anos, que vinha defendendo o Vila Nova-GO na atual Série B do Brasileiro.

“Reencontro o Ituano bem diferente. Muito mais estruturado e vitorioso nos últimos anos. Sabe que tem coisas a conquistar. Tem essa consciência que um time com essa estrutura, com tudo que oferece, principalmente a nível nacional, tem que estar numa competição mais qualificada. A gente fica feliz de saber que existe esse pensamento, essa filosofia de crescimento”, comentou Correa que completa agora em dezembro 37 anos de idade.

Na volta ao Novelli Júnior, ele reencontrou um velho e bom amigo. Vinicius Bergantin jogou com ele em todas as categorias de base e hoje será o seu técnico. “Isso é muito bom. Acho que foi o principal responsável por eu estar voltando. Cara que foi vencedor aqui e que teve uma carreira consolidada fora do país num mercado muito forte, que é a Alemanha”, explicou.

Já o volante Marcelo Serrato foi apresentado junto com o Correa. Ele fez a base no Paraná Clube onde se profissionalizou. Lá e na Ponte Preta pode jogar com dois atletas que falaram muito bem do Ituano. “Tenho amigos que jogaram aqui e falaram muito bem do clube. Clayson, Christian e o Rodrigo Celeste que jogaram aqui falaram muito bem do lugar. Todo mundo é muito bacana. Tem bom material de treino. Isso tem tudo para somar para o Campeonato Paulista” afirmou Marcos Vinicius Serrato que nasceu em Curitiba (PR).

“É muito importante. Porque dá um suporte para que o atleta consiga trabalhar bem e também consegue acertar mais nos treinos. Isso ajuda muito, porque às vezes o atleta fica estressado e a cabeça fica longe. E com essa estrutura que tem aqui, a gente tem tudo para fazer um belo campeonato”, explicou Serrato.

Em 2015 ele disputou Paulista pela Ponte Preta e conhece o equilíbrio da competição. “É um campeonato difícil. Acho que é o mais difícil do país. A maioria dos clubes contratam jogadores bons. Mas com o elenco que estão montando aqui temos tudo para nos classificarmos no Paulista e buscar uma vaga na Série D. E sobre mim, sou um volante que sai mais para o jogo. Gosto de ter a bola no pé. E acho que tenho tudo para somar no clube do Ituano”, concluiu.

Recomendadas