Ucrânia: Na volta de Fred, Shakhtar vence fora de casa pelo Campeonato Ucraniano

Sem jogar desde o fim de fevereiro, brasileiro participa dos 90 minutos na vitória por 2 a 1 sobre o Stal Kamianske

Ucrânia: Na volta de Fred, Shakhtar vence fora de casa pelo Campeonato Ucraniano
Atleta do Shakhtar Donetsk (UKR), Fred sonha com retorno à Seleção Brasileira - Crédito: Divulgação / Shakhtar Donetsk

Da Redação
Donetsk, UKR, 31 de julho de 2017

O Shakhtar Donetsk entrou em campo neste sábado, 29, e venceu o Stal Kamianske por 2 a 1, garantindo, provisoriamente, a liderança do Campeonato Ucraniano. Mas a partida foi especial para um brasileiro: Fred. Sem jogar desde o dia 26 de fevereiro deste ano, o meia brasileiro voltou a vestir a camisa do Shakhtar em um jogo oficial e participou ativamente da partida, ficando em campo durante os 90 minutos.

Feliz pelo seu retorno e pelo resultado da equipe, Fred destacou a importância que seus companheiros tiveram no tempo em que esteve fora. O brasileiro também ressaltou que manteve a intensidade nos treinos durante sua ausência dos campos, o que permitiu que ficasse em campo pelos 90 minutos.

Agora, Fred diz que está feliz por voltar a fazer o que ama e que pretende voltar a ter grandes atuações pelo Shakhtar e, quem sabe, vestir novamente a camisa da Seleção Brasileira. “É muito gratificante poder voltar a fazer o que ama. Estou muito feliz pelo meu retorno aos gramados, por estar, novamente, vestindo a camisa do Shakhtar em um jogo oficial. Conseguimos uma vitória importante hoje e pude ficar em campo durante toda a partida, fruto de um período de treinamentos”, explicou.

Entretanto, o atleta do time ucraniano e da Seleção Brasileira atribuiu o bom desempenho ao apoio que teve de seus companheiros. Ele entende que somente as boas apresentações com a camisa do Shakhtar Donetsk podem reconduzi-lo ao selecionado comandado pelo técnico Tite.

“(Estávamos) focado nessa volta. Meus companheiros também foram muito importantes para que esse retorno acontecesse de forma positiva. Agora, é seguir trabalhando forte para ter grandes atuações aqui no Shakhtar e, quem sabe, voltar a ter oportunidades de vestir a camisa da Seleção Brasileira, que é o sonho de todo jogador”, concluiu.

Recomendadas