Ucraniano: Brasileiro Gilmar Tadeu é o primeiro treinador negro a comandar um clube da Ucrânia

Depois de jogar futebol em diversos países do mundo e também em alguns clubes pequenos de São Paulo, o agora treinador quebrou paradigmas em um país com maioria branca e cultura totalmente diferente, inclusive futebolística

Ucraniano: Brasileiro Gilmar Tadeu é o primeiro treinador negro a comandar um clube da Ucrânia
Gilmar Tadeu é brasileiro, casado com ucraniana, e fazendo apostas altas no futebol ucranianoCrédito: Arquivo Pessoal

Da Redação
Lviv, UCR, 4 de agosto de 2018

O campeonato ucraniano já começou e neste fim de semana começa a terceira rodada. Muitos brasileiros disputam a competição, mas um deles chama a atenção. E o grande destaque está no lado de fora e não dentro das quatro linhas. Trata-se do paulistano Gilmar Tadeu, primeiro treinador negro a trabalhar no país, que comanda o Lviv e falou sobre a quebra de tabu conquistada no país.

“Ser o primeiro negro a trabalhar na primeira divisão da Ucrânia é orgulho sob vários aspectos. O preconceito existe em todo mundo, e aqui, por ser país de maioria branca, cultura completamente diferente da nossa (incluindo à esportiva), entendo que é uma quebra de paradigmas. Importante frisar que sou brasileiro, vivo aqui há nove anos e sou casado com ucraniana. Trabalho pela graça de Deus e por ser capacitado para exercer a função. O respeito se conquista e não se impõe e conquistei, é notório nos estádios, com a imprensa e o carinho dos fãs. Posso dizer que voltei para Ucrânia com honra, graças a Deus´´, disse.

Com licença UEFA que o permitiu ser o comandante do Lviv, Gilmar já rodou muito pelo mundo.

“Joguei futebol profissional por 19 anos, em clubes pequenos e em países de pouca expressão. No entanto, esta experiência cooperou e muita para minha formação de treinador. Comecei como scout em 2008, na Grécia, no Iraklis. Vim para a Ucrânia no Metalurg Zaporozhya, na época 2011/12 conseguimos acesso para primeira divisão. Tive passagem pelo Brasil , Osvaldo Cruz e União de Mogi, onde joguei por três anos, inclusive com Neymar pai. Trabalhei na Arábia Saudita e em Macau, onde minha equipe bateu o recorde da competição – numero de gols marcados 115 gols´´, relembrou.

O Lviv venceu na estreia e perdeu a segunda partida para o poderoso Dínamo Kiev. Neste sábado (4/8), o adversário é o Vorskla, que perdeu os dois primeiros jogos. Sete brasileiros estão na equipe de Gilmar.

“A expectativa é fazer história já no primeiro ano, não somente apresentar um treinador negro, mas um profissional brasileiro e um projeto que vai dar oportunidade para jovens jogadores brasileiros se projetarem e aquecer a liga como nos anos anteriores com ótimos estrangeiros, como é feito com o Shakhtar. Temos ainda a meta de terminar entre os três primeiros e conseguir uma vaga em competição europeia´´, finalizou.

Fonte: P2

Recomendadas