BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A: Gustavo Henrique valoriza trabalho de recuperação e retorno contra o Fluminense

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Santos, SP, 15 de agosto de 2017

A noite da última segunda-feira, 14, foi especial para o zagueiro Gustavo Henrique. Após quase 11 meses afastado dos gramados, se recuperando de uma lesão ligamentar, finalmente o camisa 6 do Peixe pôde retornar ao time santista, no empate, por 0 a 0, contra o Fluminense, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017, no Pacaembu.

“Achei que fui bem. Me senti super à vontade, contando com o apoio do nosso torcedor, que me passou muita confiança, assim como meus companheiros e os membros da comissão técnica que me deram tranquilidade também. Para quem estava há 11 meses parado, acho que tive um bom desempenho. Fiquei feliz pelo meu retorno, muito orgulhoso por vestir novamente a camisa do Santos e espero poder ajudar ainda mais”, declarou o defensor santista.

Durante o período de recuperação, Gustavo contou, em especial, com o apoio e o trabalho dos profissionais do Centro de Excelência em Prevenção e Recuperação de Atletas de Futebol (CEPRAF). Foram os fisioterapeutas do Clube os que mais tempo conviveram com ele nesses últimos meses, até por isso, o zagueiro santista fez questão de agradecê-los nominalmente.

“O trabalho do CEPRAF é muito importante. Os fisioterapeutas Tom Pierin, Diego Guietti, Avelino Buongermino, sempre com o suporte do Amancio e agora também com o Luz Alberto Rosan. Todos sempre me ajudando, colocando na minha cabeça que eu iria voltar da mesma forma e agora vamos dar sequência neste trabalho, até porque vou seguir realizando fortalecimento muscular durante toda a minha carreira”, destacou.

Com relação ao momento vivido pela equipe, Gustavo admitiu que o empate contra o Fluminense não foi o ideal, porém ressaltou o bom momento vivido pelo time na temporada. São 13 jogos de invencibilidade, somando partidas das três competições que o Santos disputou nas ultimas semanas.

“Gostaríamos de ter vencido (o Fluminense), mas estamos muito bem. São 13 jogos invictos e o mais importante é não perdermos. Estamos disputando o título da Libertadores e queremos chegar também no Brasileiro, esperamos alcançar o maior número de pontos para conseguirmos os nossos objetivos”, concluiu.

Na 3ª colocação do Campeonato Brasileiro da Série A com 36 pontos conquistados em 20 jogos realizados, o Santos encara neste domingo, 20, ás 19h, no estádio Major Couto Pereira, em Curitiba (PR), o Coritiba, 12° colocado na competição nacional com 25 pontos ganhos. A partida é válida pela 21ª rodada. Os seis primeiros colocados garantem vaga na próxima edição da Copa Libertadores.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_