BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Copa Paulista: Com 5 gols, Daniel Bueno sonha com titularidade no São Caetano contra o Nacional

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
São Caetano do Sul, SP, 08 de setembro de 2018

O centroavante Daniel Bueno caiu nas graças da torcida do São Caetano e tornou-se o 12º jogador do técnico Luís Carlos Martins na Copa Paulista. Ainda que não tenha atuado como titular, o dianteiro já balançou as redes cinco vezes e nutre a expectativa de figurar entre os 11 iniciais no duelo deste sábado, diante do Nacional, às 15 horas, no estádio Nicolau Alayon.

Em caso de vitória, o clube do ABC pode assumir a liderança do grupo 3 – para isso, basta que a Portuguesa, primeira colocada, com um ponto a mais (24 a 23), não vença o Taubaté, no Canindé, domingo, às 16h. Na análise de Daniel Bueno, o notável rendimento ao ser acionado do banco de reservas tem como principal justificativa a retribuição pela confiança da diretoria.

“Fiquei muito honrado ao receber a proposta do São Caetano. E, desde o meu primeiro dia aqui, fiz o meu melhor, para mostrar aos torcedores que o clube tinha acertado ao me procurar. Mesmo na suplência, trabalhei dobrado, pensando na oportunidade que poderia surgir. E, quando somos chamados pelo professor com o jogo rolando, precisamos dar conta do recado rapidamente e mudar o panorama da partida”, introduziu o dianteiro.

Com a suspensão de Ermínio, artilheiro do São Caetano na Copa Paulista (10 gols), Daniel Bueno aguarda ter a sonhada chance entre os titulares, mas enalteceu a qualidade do grupo e ressaltou que o foco permanecerá inalterado, independente da decisão do renomado Rei do Acesso, treinador muito exaltado pelo centroavante.

“É natural sonhar com a titularidade, mas, independente da decisão do professor Luís Carlos Martins, que é um profissional do mais alto nível, colecionador de acessos, seguirei feliz e focado. Tenho aprendido muito com os ensinamentos dele. E sei que todos aqui do plantel possuem condições de começar jogando. O São Caetano dispõe de ótimos jogadores, em todos os setores. Quem atuar dará conta do recado”, sintetizou.

Daniel Bueno previu dificuldades e disse esperar o São Caetano atuando como protagonista, ditando o ritmo de jogo e procurando envolver o adversário ferroviário, pensando em assumir a primeira posição da chave. “O São Caetano não pode fugir de sua mentalidade envolvente, que tem marcado a nossa trajetória até aqui na Copa Paulista. É necessário buscar o gol a todo instante, atacando com intensidade, mas com atenção para não proporcionar espaços propícios ao contragolpe do Nacional”, avaliou, antes de discorrer sobre o bom retrospecto diante do adversário.

“Fiz o gol da vitória sobre o Nacional no primeiro turno (2 a 1, no estádio Anacleto Campanella). E, em 2016, marquei um tento importante contra eles no Nicolau Alayon, defendendo o Flamengo de Guarulhos, no quadrangular final do Campeonato Paulista da Série A3, torneio que terminei como vice-artilheiro geral. É certo que teremos pela frente um time tradicional, muito bem organizado e pensando também na classificação. Mas espero fazer valer o meu bom rendimento para levar o São Caetano ao aguardado triunfo”, finalizou.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_