BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A: Abel Braga lamenta desfalques e cobra reação do Fluminense nos próximos jogos

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Curitiba, PR - Brasil - 17/09/2017 - Arena da Baixada - Abel Braga Campeonato Brasileiro 2017. 24ª Rodada. Jogo Atlético-PR x Fluminense. FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC IMPORTANTE: Imagem destinada a uso institucional e divulgação, seu uso comercial está vetado incondicionalmente por seu autor e o Fluminense Football Club.. IMPORTANT: Image intended for institutional use and distribution. Commercial use is prohibited unconditionally by its author and Fluminense Football Club IMPORTANTE: Imágen para uso solamente institucional y distribuición. El uso comercial es prohibido por su autor y por el Fluminense Football Club. És mandatório mencionar el nombre del autor ao usar el imágen.

Da Redação
Rio de Janeiro, RJ, 18 de setembro de 2018

O técnico Abel Braga lamentou demais o gol de empate do Atlético-PR, no início da segunda etapa. Na avaliação do treinador, a falta batida por Felipe Gedoz, que passou no meio da barreira e morreu nas redes do goleiro Júlio César, foi determinante para que os donos da casa reagissem e buscassem a virada.

“É uma situação delicada porque viemos sem o lateral direito, dois zagueiros e dois homens de meio campo. Não teve ninguém poupado, esses todos foram vetados pelos médicos, tirando o Lucas que está suspenso. Então foi uma defesa só com jovens, que se saiu muito bem. E para nossa surpresa, um jogador que estava estreando, que não joga uma partida oficial há bastante tempo, o Richard, teve que sair com câimbras, aí complicou”, explicou o técnico Abel Braga.

Segundo Abel, o Tricolor fazia um bom segundo tempo e depois do gol teve dificuldades. O técnico lembrou ainda que os desfalques o obrigaram a escalar um time jovem e a falta de maturidade pesou na vitória do Atlético (PR) por 3 a 1. “O Atlético teve um domínio muito grande no primeiro tempo. Por uma felicidade nossa, numa jogada que sempre repetimos, fizemos o gol com o Dourado. No segundo tempo, nossa preocupação foi povoar mais o meio campo, imaginando que o atlético viria para cima. E o que se viu foi uma situação totalmente diferente”.

“O Atlético botou uma intensidade acima do normal no primeiro tempo e não fez o gol, na segunda etapa o jogo estava a nossa feição. Temos que fazer mais, cada rodada a gente não sai do lugar e o restante do pessoal está somando pontos.Vamos ficando distantes de onde queríamos estar, que é perto do G6”, concluiu.

Na 11ª colocação do Campeonato Brasileiro da Série A com 31 pontos conquistados em 24 jogos realizados, o Fluminense recebe no próximo domingo, 25, ás 16h, no estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), o Palmeiras, 5° colocado na competição nacional com 37 pontos ganhos. A partida é válida pela 25ª rodada. Os seis primeiros colocados garantem vaga na próxima edição da Copa Libertadores.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_