BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A: Valentim confirma volta de Jean contra Ponte Preta e alerta sobre rival: ‘Bem treinado’

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
O técnico Alberto Valentim, da SE Palmeiras, concede entrevista coletiva, antes do treinamento, na Academia de Futebol.

Da Redação
São Paulo, SP, 18 de outubro de 2017

De olho na reta final do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras volta a campo nesta quinta-feira (19), às 20h, para enfrentar a Ponte Preta, no estádio do Pacaembu, pela 29ª rodada do torneio nacional. Depois da ótima apresentação na vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-GO, no último domingo (15), o técnico Alberto Valentim pretende manter a mesma equipe diante dos campineiros. A grande novidade será o retorno de Jean à lista de relacionados.

“O time provavelmente será o mesmo, temos algumas coisas para ajustar com o Departamento Médico. Não tenho ainda os jogadores da forma como pretendo ter. O Mina não irá para este jogo ainda, treinou pouco com a gente. O Jean volta. Eu preciso definir algumas coisas com o DM para já colocar na cabeça os 11 que começarão jogando”, declarou, alertando sobre o adversário alvinegro.

“Eles estão em uma situação delicada na tabela do campeonato, precisam estar atentos pelos objetivos que têm. É um time organizado, bem treinado e encontraremos muitas dificuldades porque eles têm jogadores de qualidade”, disse.

Sobre o seu futuro no clube, Valentim se mostra muito cauteloso. “Agora tenho de pensar só na Ponte Preta, o meu futuro está aí. Tenho muitos anos de carreira, e eu falo a verdade, sou muito realista com as coisas. Eu preciso mostrar o meu trabalho para o Palmeiras, não é para a diretoria, pensando na efetivação. Preciso fazer um bom trabalho para a gente classificar o Palmeiras na melhor posição possível. Eu estou tranquilo”, afirmou o palmeirense, que se sente pronto para exercer o cargo de treinador.

“Se eu continuarei como auxiliar ou treinador, só o futuro dirá. Eu estou muito tranquilo com relação a isso, estou pensando somente na Ponte. Se estou pronto para ser treinador? Eu não tenho dúvidas. A mesma tranquilidade que digo que não estou me preocupando com o futuro agora, é a mesma tranquilidade que digo que estou pronto para ser treinador de qualquer equipe”, finalizou.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_