BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Mineiro: Com a camisa do Cruzeiro, zagueiro Murilo destaca sonho de disputar a Copa Libertadores

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Belo Horizonte, MG, 02 de janeiro de 2018

Na noite de 21 de março de 2017, o Cruzeiro entrava em campo contra o Joinville, pela primeira fase da Copa da Primeira Liga. Na ocasião, os holofotes estavam voltados para o retorno do zagueiro Dedé aos gramados, após mais de um ano inativo. No entanto, poucos imaginavam que naquela partida disputada em Santa Catarina se iniciava uma das boas histórias da temporada: a do zagueiro Murilo.

Na base do Maior de Minas desde 2010, o jovem talento fez naquela noite sua estreia pelo time profissional da Raposa, justamente ao lado do experiente Dedé. Desde então, Murilo entrou em campo em 32 oportunidades e se tornou titular da equipe pouco tempo depois, se destacando ao lado de Léo nas fases finais da Copa do Brasil.

A rápida ascensão, que lhe rendeu o prêmio de jogador revelação da temporada no futebol mineiro no Troféu Guará, concedido pela Rádio Itatiaia, que conta com votos de jornalistas dos principais veículos de comunicação do estado, é classificada pelo zagueiro como um “sonho”.

“Sem dúvidas foi um ano muito especial, o melhor da minha carreira, quando pude conquistar o título da Copa do Brasil, que vou levar para sempre, porque foi o meu primeiro e por um Clube onde eu me sinto super bem e tenho carinho. Vou levar para o resto da minha vida. Nunca imaginei que teria um ano bom assim. Sempre quis estar bem, treinando bem, contar com a confiança do Mano. Mas, nem nos meus melhores sonhos imaginei ser campeão da Copa do Brasil já agora e ter uma sequência como titular”, confessou o camisa 35.

Prata da casa, Murilo reconhece que tem outros grandes objetivos na carreira, como, por exemplo, atuar pela Seleção Brasileira ou jogar no futebol europeu. No entanto, o atleta garante que ainda quer dar muitas alegrias para o torcedor celeste e traça como próximo objeto de desejo a Copa Libertadores do ano que vem.

“Como praticamente todo jogador, tenho sim um sonho de jogar na Europa um dia, sempre sonhei em jogar uma Champions League, em um clube de expressão de lá. Mas, repito o que digo sempre: aqui é minha casa! Vou estar sempre bem, jogando e defendendo o Cruzeiro. Quero continuar aqui, disputar a Libertadores e, com fé em Deus, ser campeão”, vislumbra.

O jogador de 20 anos de idade sabe da responsabilidade que é vestir o manto estrelado e tem a consciência de que a conquista do Tri da América é, hoje, um grande sonho do torcedor cruzeirense. “Vemos sempre a torcida pedindo mais um título, esse Tri da Libertadores. Ficamos super felizes pela Copa do Brasil deste ano, mas agora queremos a Libertadores. Vamos trabalhar forte para isso. Que a torcida esteja com a gente e nos prestigie em 2018. Se Deus quiser será mais um ano de vitórias”, projetou o zagueiro.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_