BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A1: Após triunfo sobre o Botafogo (SP), Carille projeta duelo de muita entrega diante do Bragantino

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Ribeirão Preto, SP, 11 de março de 2018

Após a vitória por 2 a 0 do Corinthians sobre o Botafogo na última partida da primeira fase do Paulistão, o treinador Fábio Carille conversou com a imprensa presente no estádio Santa Cruz. O comandante alvinegro fez uma avaliação do desempenho alvinegro no período que antecede o mata-mata do Estadual. Na próxima fase do Campeonato Paulista, o time de Parque São Jorge encara o Bragantino.

“O começo do campeonato é difícil para os grandes pelo tempo de preparação. A gente sofreu, vi outras equipes assim também, como o São Paulo. Jogar contra equipes que começaram a treinar no final de novembro, e você vem desde o dia 3, com 10 ou 12 dias para iniciar, sendo que o correto seria um mês de preparação. Então a gente sofre, o Santos sofreu, perdeu para o Ituano no Pacaembu. Os primeiros jogos acaba igualando. Os grandes pela parte técnica e os pequenos pela parte física. Mas depois vai andando o campeonato. Chega na fase final, tudo já está equilibrado na parte física, e a parte técnica sobressai”, explicou.

Carille também falou sobre as qualidades da equipe do Bragantino, adversário do Timão nas quartas. Para ele, o Corinthians precisará superar a marcação dura imposta pelo Braga e ter muita entrega para sair classificado para a semifinal do Paulistão.

“Agora é jogo de muita entrega. Passando o jogo da Libertadores, teremos jogo de detalhes, Bragantino é time chato, que marca demais, seu técnico tem essa característica e a gente tem que estar atento e concentrado para fazer dois grandes jogos para passar para a semifinal”, disse.

Por fim, Carille elogiou a primeira partida de Mantuan como titular na equipe do Corinthians. Segundo o técnico, o jogador, que é cria da base alvinegra, fez uma partida tranquila e passou segurança dentro de campo.

“Mantuan muito orgulhoso pela partida. Tranquilo com a bola no pé, bem posicionado na hora de marcar. Um menino que já jogou ali na base, depois passou a ser volante, polivalente, pode fazer mais funções. Mas no início do ano tivemos uma conversa com ele e defini que é o lateral reserva do Fagner. Fez partida boa junto dos demais jogadores”, finalizou.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_