BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Copa do Brasil: Everton Ribeiro destaca jogo coletivo do Flamengo no triunfo sobre a Ponte Preta

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Campinas, SP, 02 de maio de 2018

O Rubro-Negro carioca estreou bem na Copa do Brasil, vencendo a Ponte Preta, fora de casa, por 1 a 0. No estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), o Flamengo contou com gol de Henrique Dourado para sair com a vitória. Já o meia Everton Ribeiro destacou o jogo coletivo da equipe no duelo desta quarta-feira, 02. O próximo confronto entre as equipes acontece na próxima quinta-feira, 10, no estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

“A gente trabalha assim, o professor pede para infiltrar. Dominei a bola e já olhei para o Paquetá sabendo que ele faria aquele movimento. Isso me deu uma alternativa muito boa e quando pensaram que a gente giraria novamente a bola, eu acabei dando o passe para o Paquetá ficar em condição para dar outro belo passe para o Henrique. Foi uma jogada coletiva e isso enaltece mais a nossa equipe”, disse o camisa 7 comentando o lance do gol da vitória.

O meia também comentou sobre estilo de jogo que a equipe vem mostrando nas partidas. “A equipe vem jogando dessa maneira, tentando manter a posse de bola e manter o ritmo de jogo com passes. Vai ter jogo que vamos ter que usar mais o chuveirinho, mas nesse conseguindo botar a bola no chão, até porque não tínhamos tantos jogadores altos. Melhor maneira foi envolver no passe e no drible”, explicou.

Após o triunfo em Campinas, o goleiro Diego Alves exaltou os companheiros e ressaltou a evolução do grupo rubro-negro. “Esses quatro jogos demostram que estamos bem sólidos defensivamente. Temos que continuar, lógico que é um trabalho coletivo e não individual. Estamos crescendo nesse quesito e esperamos a cada jogo melhorar para passar essa confiança para os jogadores da frente terem tranquilidade de finalizar o jogo.”

Mesmo tendo bons números na parte defensiva, o camisa 1 deixou claro que a equipe não entra em campo pensando em se defender, e sim, atuar com a bola no pé. “Quando você assume a responsabilidade de ter a posse de bola e sair jogando você corre risco. Você não vem pensando em se defender”, concluiu.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_