BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série B: Felipe Amorim, do Figueirense, pretende desempatar o retrospecto do ano em clássicos

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Florianópolis, SC, 8 de maio de 2018

É semana de clássico. Mais um em Florianópolis. Agora, pela Série B do Campeonato Brasileiro. Se nos dois encontros anteriores, válidos pelo Catarinense, não houve vencedor, agora tem que ser diferente. É o que espera Felipe Amorim, o camisa 11 do Figueirense.

Felipe Amorim esteve em campo e foi titular nos dois clássicos anteriores com o Avaí. No primeiro, aliás, começou muito bem e sofreu pênalti para o Figueira largar na frente.

“Clássico é sempre um jogo diferente. Já estamos sentindo isso essa semana. É esse o assunto em todo lugar da cidade. É jogo decidido no detalhe. Foi assim nos outros dois. Acho que merecíamos pelo menos ter vencido o último, que fomos bem melhores do que eles. Estamos trabalhando bastante, focados. Vamos fazer de tudo para agora o torcedor alvinegro comemorar a vitória´´, afirmou o meia-atacante.

Para Felipe Amorim, aliás, a presença da torcida do Figueira em massa no Scarpelli é fundamental. O jogador, também, faz questão de pedir paz no estádio.

“O nosso torcedor desde o começo do ano está do nosso lado. Fomos campeões do Catarinense também em função da ajuda deles. Espero que a torcida alvinegra compareça e nos empurre do primeiro ao último minuto. E que seja um lindo espetáculo nas arquibancadas. Estádio é lugar para curtir o futebol, rever os amigos, incentivar o clube do coração. Nada de briga ou coisa do tipo. Tenho certeza que tem tudo para ser grande clássico e esperamos sair vitoriosos´´, finalizou o jogador, que até então fez 13 jogos pelo Furacão, com sete vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas.

Figueirense e Avaí duelam no sábado, às 16h30, no Orlando Scarpelli.

Fonte: AV

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_