BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série B: São Bento divulga nota de repúdio ao árbitro Denis Ribeiro na partida contra Boa Esporte-MG

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Luiz Ademar (Blog do Futebol Caipira)
Sorocaba, SP, 6 de junho de 2018

Empate fora de casa na Série B do Campeonato Brasileiro é sempre considerado bom resultado. Mas não para o São Bento, que ficou no 2 a 2 diante do Boa Esporte-MG, na última terça-feira, na cidade de Varginha, pela nona rodada. Perder três pontos em vitória praticamente garantida, e ter pênalti mal marcado que decretou a igualdade para o rival, foi revoltante. Todo mundo meteu a boca, seja diretoria, comissão técnica e jogadores.

O inconformismo foi tamanho que o Esporte Clube São Bento soltou nota de repudio pela atitude do árbitro Denis Ribeiro da Silva Serafim. O pênalti, marcado aos 41 minutos do segundo tempo para o Boa Esporte, no entendimento do clube, que analisou as imagens após o jogo, foi inexistente. No momento em que houve o choque entre os jogadores Douglas Assis (São Bento) e Alyson (Boa Esporte), o mesmo estava olhando para o lado oposto, ou seja, não estava no lance.

Depois de observar as imagens, a diretoria do São Bento informou seus torcedores que já está tomando as providências necessárias junto a CBF para evitar que outros times sejam prejudicados por uma arbitragem fraca e desrespeitosa. Denis Ribeiro da Silva Serafim terá de se explicar para o departamento de arbitragem.

O que causou maior revolta foi que o São Bento, considerado o rei dos empates por ainda estar invicto na Série B, mas geralmente ter igualdades no marcador, teve poder de reação brilhante na partida contra o Boa. Tanto que logo no início da partida Gustavo Geladeira abriu o placar para o time da casa. Mas o empate foi imediato, aos seis, minutos, após cruzamento de Paulinho, que o estreante Ronaldo marcou de cabeça.

No segundo tempo, Ronaldo virou o placar. Rodolfo cobrou falta, a zaga do Boa desviou, e o camisa 9 do São Bento fez o seu segundo gol na partida. Porém, aos 41, em pênalti inexistente, William Barbio deixou tudo igual novamente.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_