BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A: Derrota em casa foi dolorida, mas xerife Kannemann pede reação ao Grêmio contra América-MG

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Porto Alegre, RS, 8 de junho de 2018

A primeira derrota dentro de casa no Campeonato Brasileiro já foi assimilada pelo Grêmio. Quem garante é o experiente zagueiro argentino Kannemann. O Palmeiras venceu por 2 a 0, quarta-feira, na Arena, e o resultado não volta atrás. O foco é pensar no duelo diante do América-MG, domingo (10/6), outra vez diante da torcida.

“Sempre dói perder. Mas quando perde olhamos para trás para ver o que foi feito de errado. Competimos de igual para igual com o Palmeiras. Tivemos oportunidades de gol e não finalizamos bem. O jogo foi parelho, mas depois que fez 1 a 0, o adversário se fechou e explorou o contra-ataque para definir a partida´´, analisou o zagueiro.

Para Kannemann, o Grêmio não foi surpreendido pelo Palmeiras, que também partiu para o ataque desde o início. Ele entende que dois adversário de ótimo nível geralmente jogam assim e qualquer um poderia ter vencido.

“Não fomos surpreendidos. O Palmeiras, pelos jogadores e treinador que tem, jogaria mesmo de igual para igual com o Grêmio. Foi um grande jogo, eles venceram e temos que pensar no próximo adversário´´, minimizou.

Apesar da maratona de jogos enfrentadas por todas as equipes, em especial para o Grêmio que disputa a Libertadores, Brasileirão e Copa do Brasil, Kannemann não quer saber de desculpa de problemas físicos. Ele lembra que o técnico Renato está atento a todos os detalhes e isso não pode servir para justificar a derrota.

“É claro que todos os times estão cansados com jogos seguidos a cada três dias. Outros times também fizeram a mesma quantidade de jogos que o Grêmio. Nosso treinador bota em campo quem está melhor e esse detalhe não serve de desculpa´´, admitiu o zagueiro.

Kannemann acredita que o torcedor entendeu a derrota e sabe que o Grêmio está lutando com todas as forças para ganhar o maior número de títulos possíveis. E duvida de quem disse que os gremistas saíram chateados do estádio após a derrota para o Palmeiras.

“Não acredito que o nosso torcedor está chateado. O time ganhou quatro títulos em dois anos, depois de uma seca de quase 15 anos. Em 2018, ganhamos o gaúcho, que faz tempo que não ganhava, e a Recopa. E estamos classificados na Libertadores e Copa do Brasil, além de estar entre os primeiros no Brasileiro. Só o Flamengo está um pouco a frente. Está tudo embolado e podemos e vamos reagir´´, prometeu.

O Grêmio volta a campo neste domingo, outra vez jogando em sua Arena, agora diante do América-MG. A partida começa às 16 horas, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_