BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série C: Léo Condé tenta minimizar perda de trio por indisciplina e aposta no elenco do Botafogo-SP

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
??????????????????????????????????????????

Luiz Ademar (Blog do Futebol Caipira)
Ribeirão Preto, SP, 8 de junho de 2018

O assunto abalou a cidade de Rbeirão Preto. Ninguém que não seja de dentro do Botafogo sabe exatamente qual foi a indisciplina. Especula-se que foi balada com mulheres. Porém, ninguém confirma nada. O certo é que após a vitória, fora de casa, diante do Ypiranga-RS, por 3 a 0, que levou a equipe para a liderança isolada do Grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C, com 15 pontos, os jogadores Jheimy, Everton Heleno e Guilherme Garré foram sumariamente demitidos pela diretoria, com aval da comissão técnica e dos agora membros da S/A.

“É assunto chato. Fico triste de certa forma, mas, ao mesmo tempo, temos de tomar decisões. Foi ato de indisciplina e era preciso agir. Em curto espaço de tempo o Botafogo acaba perdendo um pouco no aspecto técnico, principalmente em entrosamento. Ao mesmo tempo, de modo geral, o grupo tem duas ou até três peças em cada posição e podemos minimizar as perdas´´, disse o técnico Léo Condé, mantendo a habitual tranquilidade.

Para não preocupar a torcida, Léo Condé explicou as características dos jogadores que rescindiram o contrato com o Botafogo e foram embora de Ribeirão Preto, e os que devem ganhar mais oportunidades a partir de agora.

“O Everton Heleno sempre disputou posição com Serginho. O Botafogo formou grupo forte para disputar a Série C. Dificuldades acontecem de várias maneiras. No Campeonato Paulista tivemos muitas lesões e conseguimos administrar bem. Expectativa é que aconteça o mesmo agora. Para o lugar do Guilherme Garré temos o Tchô, meia de mais técnica, menos movimentação, mas ótimo passe e bola parada excelente. No ataque, na vaga do Jheimy, o Caio Dantas, que no inicio da competição fez bons jogos, tem muita força e poder de definição´´, analisou.

Sem esconder que também participou da dispensa do trio, Léo Condé elogiou a maneira profissional como o Botafogo vem sendo conduzido fora de campo. E garante que esse problema não vai abalar a força da equipe, que seguirá lutando pelo acesso à Série B do Brasileiro.

“O Botafogo tem unidade grande na comissão técnica, diretorias de futebol e executiva, na presidência e agora nos membros da S/A. Ninguém teve participação maior. Todos foram consultados e chegaram a mesma conclusão. Existe organização grande em todos os setores do clube. E foi passada uma mensagem não só para atletas, mas para todos os funcionários´´, ressaltou Condé.

De olho no futuro, o comandante do Botafogo afirmou que a diretoria pretende repor a perda dos três jogadores. E, de preferência, por outros até melhores tecnicamente.

“Estamos conversando e o Botafogo vai repor as peças. Buscamos jogadores até com mais qualidade para continuarmos com grupo forte. A competição entra em momento decisivo e precisamos de reforços´´, disse.

Para finalizar, Léo Condé pediu foco total para o duelo do líder Botafogo contra o vice-líder Tombense, neste domingo (10/6), às 16 horas, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela nona rodada da Série C.

“O Tombense, como todo mundo sabe, é time de empresário, muito organizado e forte. No ano passado, por exemplo, se classificou para as quartas de final. E agora vem fazendo boa campanha outra vez. Todo cuidado é pouco, pois a nossa diferença é de um ponto, e a liderança estará em disputa´´, projetou Léo Condé

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_