BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Séria A: Roger Machado aprova desempenho do Palmeiras, mas lamenta empate com Flamengo

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
São Paulo, SP, 14 de junho de 2018

O Palmeiras empatou em 1 a 1 com o líder Flamengo, na quarta-feira (13/6), no Allianz Parque, pela 12ª e última rodada do Campeonato Brasileiro antes da paralisação para a Copa do Mundo da Rússia. Com o resultado, o Verdão chegou aos 19 pontos conquistados e permanece no G6. Apesar do empate, o técnico Roger Machado elogiou a atuação do time e acredita que o longo período de treinamento será importante para o elenco.

“Foi um grande jogo, um clássico de duas equipes que brigam pelo título, o Palmeiras vindo em reação de sete pontos em três jogos. Era importante vencer, mas sabíamos da dificuldade. Foi um jogo franco, bonito. Gostei muito do desempenho, nem tanto pelo resultado. Pelas oportunidades que criamos, a gente poderia ter vencido. O confronto acontecerá novamente no segundo turno e poderemos medir forças´´, afirmou o comandante, avaliando a postura da equipe durante os primeiros minutos da partida.

“No calor do jogo é difícil manter o 100% da tranquilidade, mas, até os 25 minutos, 28 do primeiro tempo, nós dominamos o jogo. Tanto que abrimos o placar, conseguindo entrar dentro do campo do Flamengo e ter a posse ofensiva, construindo chances de gol. Depois, o Flamengo encaixou melhor a marcação, deixamos de puxar algumas diagonais para gerar dúvida nos jogadores do Flamengo. Com o jogo muito apoiado, demos dois ou três contra-ataques vencendo o jogo´´, falou.

Roger, contudo, lamentou o gol marcado pelo rival carioca.

“É um clássico do futebol brasileiro. Neste momento, quando se é eficiente, consegue-se abrir vantagem. Sentimos a vantagem que deixamos escapar, como contra o Ceará, mas acho que foi um grande jogo, exceto pelo evento no fim, que não precisava ter. Na confusão, a iniciativa foi só de separar para não estragar o espetáculo, que foi de grande nível. Não acho que foi descontrole. O árbitro conseguiu visualizar quem se envolveu e excluiu do jogo´´, comentou o treinador.

Por fim, o técnico valorizou a paralisação para a Copa do Mundo, a ser realizada na Rússia.

“A parada será propícia para ter um ganho das partes tática, técnica e física. Difícil ter intensidade o tempo todo com um calendário de quarta e domingo. Mas é aproveitar esta pausa para aumentar a pressão que fazemos no começo dos tempos. Quando abrimos o placar, temos de saber o que fazer, às vezes não pressionar tanto e fazer a transição para matar o adversário. A pausa será importante´´, finalizou.

O Palmeiras volta a campo somente após o término da Copa do Mundo. No dia 19 de julho (quinta-feira), às 20 horas, o Verdão enfrenta o Santos, no estádio do Pacaembu, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

 

Fonte: assessoria de imprensa do Palmeiras

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_