BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A: Em seu melhor momento no São Paulo neste retorno, Hudson faz balanço da campanha

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
São Paulo, SP, 18 de junho de 2018

De volta ao São Paulo em 2018 após conquistar a Copa do Brasil pelo Cruzeiro na temporada passada, Hudson vive o seu melhor momento no clube nesta segunda passagem. Depois de se livrar das dores musculares que o incomodaram no começo do ano, o camisa 25 se firmou no time comandado pelo técnico Diego Aguirre e acirrou ainda mais a disputa por um lugar entre os titulares com Jucilei, Petros e Liziero.

Líder de desarmes do São Paulo no Campeonato Brasileiro deste ano, com 27 roubadas de bola, e segundo melhor passador da equipe até aqui, com 286 passes certos – atrás apenas de Jucilei, com 343 -, o jogador está com a confiança renovada para fortalecer o clube no segundo semestre nas brigas pelos títulos da competição nacional e da Sul-Americana.

“Estou mais feliz e confiante após me livrar das dores musculares. Sofri lesão no final do ano passado, que me atrapalhou um pouco, mas agora estou recuperado e pronto para ajudar os meus companheiros. A disputa sadia por um lugar no time também eleva o nível dos concorrentes´´, afirma Hudson, que acrescenta.

“A verdade é que o São Paulo está bem servido de volantes, porque Petros, Jucilei e Liziero têm grande nível técnico e rendem opções diferentes ao Aguirre. Fico feliz pela sequência no time e, ao lado dos meus companheiros, quero brigar pelos títulos após esta pausa para a disputa da Copa do Mundo´´, avalia.

O volante chegou ao São Paulo em 2014 após se destacar pelo Botafogo-SP: foi eleito o melhor volante do Campeonato Paulista daquele ano e maior desarmador da competição. De lá para cá, conquistou o seu espaço no Tricolor e foi capitão do time em algumas oportunidades antes de seguir para a equipe cruzeirense.

“Estou feliz neste retorno ao São Paulo, porque devo grande parte da minha carreira ao clube. O status que tenho hoje é graças ao São Paulo, porque me acolheu e proporcionou as melhores condições de trabalho para desenvolver o meu futebol. Me sinto realmente em casa aqui, e quero retribuir isso com títulos´´, revela o atleta, que emenda.

“Claro que outras grandes equipes querem o título do Brasileiro e têm qualidade para isso, mas estamos firmes na briga. Nosso grupo é unido e está no caminho certo para triunfar no segundo semestre. Nos damos bem dentro e fora de campo, podemos melhorar ainda mais e vamos em busca disso após a Copa do Mundo´´, finaliza.

Fonte: assessoria de imprensa do São Paulo

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_