BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A: Novo técnico, Drubscky é apresentado e valoriza a manutenção do trabalho no América-MG

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Belo Horizonte, MG, 20 de junho

O América-MG anunciou o novo técnico do futebol profissional nesta quarta-feira. Ricardo Drubscky, que ocupava o cargo de Diretor de Futebol desde outubro de 2016, foi o nome escolhido para comandar o time na sequência da temporada. O experiente profissional terá contrato válido até o fim de 2018.

O novo técnico do Coelho foi apresentado por Marcus Salum, presidente do Conselho de Administração. Ricardo Drubscky tem longa estrada percorrida no futebol. O profissional iniciou sua carreira há mais de 30 anos, trabalhando inicialmente como preparador físico, depois como técnico e, também, ocupando cargos executivos.

“O Ricardo tem histórico no América, que é importante a torcida saber disso. O projeto atual começou em 2016, mas, especificamente, depois do Mineiro de 2017, houve reunião do Conselho de Administração em que começamos  o desenho do projeto que culminou no dia de hoje. O Ricardo fez parte disso desde o início, portanto a escolha por ele foi feita pela capacidade técnica dele. É importante ressaltar que a função do Ricardo era futebol. Ele é a melhor pessoa e a mais preparada para dar continuidade ao projeto que desenvolvemos há mais de um ano´´, disse.

Salum também enalteceu a importância de Drubscky dentro do clube neste período vitorioso que o América vivencia.

“O Ricardo era, na verdade, o diretor técnico do América. Esse era o grande segredo. Ele participava de tudo o que se refere a futebol, como treinamento, discussão com o treinador, contratações, conversa com o grupo, trabalho em torno do campo, vestiário. As conquistas que já tivemos não são coincidência, são fruto de trabalho muito bem arquitetado e com muita organização. Quero desejar todo o sucesso ao Ricardo nesta nova atribuição e toda a equipe que vai continuar com a gente nessa caminhada´´, declarou o presidente.

Feliz com a confiança depositada pelo clube, primeiramente para o cargo de diretor de futebol e, agora, para o cargo de técnico, Ricardo Drubscky explicou o acordo para sua transição de função neste momento.

“O América tinha o interesse de dar continuidade ao trabalho, e eu também já tinha vontade própria de, em breve, retornar à função de técnico. Então juntou-se a vontade do América, minha e a necessidade de manutenção do projeto para antecipar meu retorno ao campo. Estou muito feliz. Digo que já confundem o América como minha casa, por todo o tempo em estou aqui. Portanto, tenho muita convicção e tranquilidade de que dará certo´´, frisou.

Drubscky valorizou a filosofia de jogo da equipe e prometeu equipe com ousadia para continuar a busca pelos objetivos para esta temporada.

“Meu estilo de jogo propõe o jogo, busca defender bem, atacar bem e não ter medo de jogar. A diretoria e a torcida do América podem ter certeza de que a equipe vai buscar propor as ações nas partidas, assim como já vem fazendo, mas tentar melhorar ainda mais todos esses conceitos que vem praticando em campo. Não começarei meu trabalho do zero, mas, sim, de patamar bastante elevado. Exigirei muito dos atletas nesse sentido, porque podemos fazer coisas ainda melhores do que temos feito´´, projetou o novo técnico do Coelho.

Como técnico, Drubscky acumula trabalhos sólidos, como, por exemplo, em 2014, quando comandou o Goiás na Série A do Brasileiro. Naquele ano, ele foi um dos únicos treinadores a iniciar e encerrar a competição na mesma equipe e cumpriu o objetivo do clube goiano: permanecer na primeira divisão. A campanha do Goiás em 2014 foi consistente, com o time brigando na metade de cima da tabela em boa parte do campeonato e não padecendo na zona de rebaixamento. O resultado final foi uma segura 12ª colocação, com 47 pontos somados.

Ricardo Drubscky também dirigiu na Série A o Fluminense, em 2015, e o Atlético-PR, em 2013. No time paranaense, aliás, o técnico comandou o retorno à primeira divisão em 2012, com grande arrancada no segundo turno da Série B, e encerrou a passagem pelo clube com um expressivo aproveitamento de 65,7%.

A carreira de Ricardo Drubscky está estreitamente ligada ao América. Nas décadas de 90 e 00, o profissional teve passagens pelas categorias de base e profissional. Na base, foi o técnico responsável pelo histórico título da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 1996. Como diretor de futebol, cargo que exercia desde outubro de 2016, ele contribuiu diretamente na reformulação e montagem do elenco que conquistou a Série B de 2017, bem como o elenco atual.

Ficha do técnico

Nome completo: Sebastião Ricardo Drubscky de Campos

Data de nascimento: 20/01/1960

Local de nascimento: Belo Horizonte (MG)

Últimos Clubes: Tupi-MG (junho a novembro de 2011), Volta Redonda-RJ (novembro de 2011 a abril de 2012), Atlético-PR (junho de 2012 a julho de 2013), Joinville-SC (julho a outubro de 2013), Criciúma-SC (dezembro de 2013 a fevereiro de 2014), Paraná Clube-PR (abril de 2014), Goiás-GO (abril a dezembro de 2014), Vitória-BA (dezembro de 2014 a março de 2015), Fluminense-RJ (março a maio de 2015), Osasco Audax-SP (agosto a outubro de 2015), Tupi-MG (fevereiro a junho de 2016), Anápolis-GO (junho a outubro de 2016).

Principais conquistas recentes: Campeonato Brasileiro Série D – 2011, Acesso à Série A do Campeonato Brasileiro – 2012, Manutenção na Série A do Campeonato Brasileiro – 2014.

 

Fonte: assessoria de imprensa do América-MG

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_