BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Rússia 2018: Portugal encara Uruguai, enquanto Espanha e Rússia medem forças nas oitavas de final

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Moscou, RUS, 25 de junho de 2018

Terminou a primeira fase da Copa do Mundo nos Grupos A e B. E já estão definidos os primeiros confrontos das oitavas de final. A Rússia, dona da casa, que ficou na segunda colocação no A, enfrentará Espanha, o primeiro do B. A partida está prevista para o próximo sábado (30/6), às 15 horas, em Sochi Já Uruguai, o primeiro do Grupo A, terá pela frente Portugal, do craque Cristiano Ronaldo, segundo colocado do B. O duelo será no domingo (1/7), às 11 horas, em Moscou.

A definição do Grupo A aconteceu nesta segunda-feira (25), em Samara, e o Uruguai deu um show de bola em cima da anfitriã Rússia. Vitória por 3 a 0, gols de Suárez, em cobrança de falta, Cheryshev, contra, em chute de Laxalt, e Cavani.

Uruguai, com 100% de aproveitamento, terminou com nove pontos, contra seis do vice-líder do Grupo A, a Rússia. No outro jogo da chave, apenas para cumprir tabela, em Volgogrado, a Arábia Saudita, com gols de Al Dawsari e Al Faraj, de virada, derrotou o Egito por 2 a 1. Salah havia aberto o placar.

Pelo Grupo B, a zebra passeou tranquilamente. E faltou pouco para um dos favoritos, Portugal e Espanha, ficar fora das oitavas de final. Em Saransk, com o árbitro de vídeo, o popular VAR, participando desnecessariamente da partida e fazendo a arbitragem ter interpretações esquisitas, Portugal e Irã, que precisa vencer para se classificar, ficaram no empate por 1 a 1.

Portugal abriu o placar com um golaço de Quaresma, no primeiro tempo. Depois, com a ajuda do VAR, o árbitro marcou pênalti inexistente em Cristiano Ronaldo. O craque português cobrou  mal e o goleiro defendeu. Depois, nos minutos finais, com a ajuda do VAR, o árbitro marcou outra vez um pênalti inexistente, e Ansarifard deixou tudo igual.

Já em Kaliningrado, a Espanha chegou ao empate por 2 a 2 o eliminado Marrocos nos minutos finais. A seleção marroquina fez 1 a 0, , em vacilo defensivo espanhol, que Boutaib arrancou com a bola dominado, do meio-campo, invadiu a área e fez 1 a 0. Em seguida, ainda no primeiro tempo, Isco deixou tudo igual.

No segundo tempo, após cobrança de escanteio, En-Nesyri, de cabeça, fez 2 a 1 para Marrocos. No final da partida, Aspas, de calcanhar, marcou e o auxiliar ficou em dúvida se ele estava impedido. Porém, com a ajuda do VAR, a arbitragem confirmou a legalidade da jogada: 2 a 2.

A Espanha, que marcou seis gols, ficou na primeira colocação porque Portugal marcou apenas cinco gols. As duas seleções europeias terminaram com cinco pontos, contra quatro do Irã.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_