BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A: Vinicius Júnior chora em sua despedida do Flamengo e se diz pronto para vencer no Real Madrid

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Rio de Janeiro, RJ, 25 de junho de 2018

Foi breve, mas foi intenso. Poucas vezes na história do Flamengo um jogador mexeu tanto em tão pouco tempo com a torcida. Vinicius Júnior virou profissional aos 17 anos, conquistou os torcedores em poucas partidas, virou ídolo, mostrou talento, habilidade, ousadia e alegria em campo, encheu estádios e provocou entrevistas concorridas. Vestiu a camisa 20, fez gols, mas não levantou títulos pelo profissional. Nas categorias de base, no entanto, colecionou canecos no clube e na Seleção Brasileira, chamou a atenção do mundo e foi contratado pelo Real Madrid, da Espanha. Tudo isso em pouco mais de um ano.

Vinicius de Oliveira Júnior chegou ao Flamengo aos 10 anos de idade. Na base rubro-negra, ele conquistou o Campeonato Carioca Sub 13 (2013), a Copa Guri Sub 14 (2014), a Copa Brasil Sub 15 (2015) e o Campeonato Carioca Sub 17 (2016). O jovem de 17 anos foi vendido ao clube espanhol em maio de 2017, na maior transação da história do clube, com o valor final de 45 milhões de euros. O acordo dos times permitia que o atacante ficasse no clube até julho de 2018, quando seria decidido seu futuro. O martelo foi batido e ele seguirá para a capital espanhola no início do próximo mês para fazer parte do elenco vencedor da última edição da Liga dos Campeões.

Alçado ao time profissional em 2017, fez sua estreia contra o Atlético Mineiro, no Maracanã, em 13/5/2017, no empate em 1 a 1. Seu primeiro gol veio 15 jogos depois, contra o chileno Palestino, na Iha do Urubu, em partida válida pela Copa Sul-Americana, na goleada por 5 a 0. Foram ao todo 14 gols no profissional, em 70 jogos.

Vinicius Junior oficializou nesta segunda-feira (25/5) sua saída do Flamengo, em entrevista coletiva concedida na sala de imprensa Victorino Chermont, no Ninho do Urubu. Acompanhado do presidente Eduardo Bandeira de Mello, e do diretor Executivo de Futebol, Carlos Noval, ele falou sobre sua passagem no clube, agradeceu aos funcionários do clube desde a base e mostrou o que espera de sua ida ao Real Madrid.

“Consegui realizar meus sonhos dentro do Flamengo. Fiquei muito feliz com a torcida gritando meu nome. Eu fugia de casa com meu pai para ver o Flamengo jogar. Estar saindo do maior clube do mundo não tem explicação. Eu saio honrado, feliz e muito agradecido com cada técnico que me ajudou. Tenho certeza que todos vão continuar me apoiando´´, disse o garoto.

Vinicius Júnior citou nomes e fez questão de mostrar que sua passagem pelo Flamengo teve a participação de muita gente importante.

“Agradeço ao presidente, ao Noval, Rodrigo Caetano, todos treinadores da base e às pessoas que ajudaram a me tornar essa pessoa que sou. Saio do Flamengo feliz e honrado. Tudo o que aprendi foi aqui, dentro e fora de campo. Cada dia que passei aqui eu fiz novas amizades e grandes amigos que vou levar para o resto da vida. Sou Flamengo desde pequeno e sempre foi meu sonho vestir essa camisa. Hoje estou me despedindo desse clube que fez de tudo por mim. Me despeço para ir em busca do meu sonho e também realizar todos os sonhos que tenho na vida´´.

Confira abaixo mais destaques da coletiva do jovem craque.

Sonho de ir para o Real Madrid

“Sem dúvida nenhuma, é o maior sonho da minha vida. Estou ansioso para conhecer os novos jogadores. Vou jogar no Real Madrid. Eu estou preparado para o que vou encontrar lá para mim. Não sei se vou chegar e jogar, vai ser difícil a adaptação, e vou fazer o possível para ser o mais rápido possível´´.

O contato com os profissionais

“Tenho que agradecer muito aos jogadores do Flamengo. Me acolheram muito bem no profissional. Agradeço também ao Julio Cesar, que me ajudou muito. Vou amadurecer para dar muitas alegrias ao torcedor brasileiro´´.

Conselhos da base

“O pessoal da base sempre falou comigo, sempre escutei as pessoas mais velhas para dar certo no futebol. Vou levar essa experiência que os mais velhos me deram. Eles sempre falaram para ficar sempre focado no futebol e que eu vou ser um dos melhores do mundo´´.

Volta no futuro?

“O bom é que estou indo novo e daqui 10 anos eu posso voltar (risos). Não, não estou pensando nisso ainda. Estou pensando em chegar no Real e começar a jogar. E depois disso, conquistar tudo e chegar à Seleção. Depois que eu conquistar tudo, aí eu penso sim em voltar ao Flamengo para ganhar a Libertadores e o Mundial´´.

Adaptação

“O clube me quer lá para me adaptar o mais rápido possível, para sentir o clima, os jogadores, que são totalmente diferentes. Se eu ficasse aqui, isso poderia atrasar meu crescimento com o Real Madrid´´.

Final do Mundial de Clubes

“Já pediram para eu não jogar contra o Flamengo´´.

O Real Madrid

“Eu acompanho o Real. A minha maior dificuldade sempre foi taticamente. Já tem uma diferença grande do profissional para a base. E assim vou mudando de patamar e me tornando um jogador melhor. Sobre continuar driblando, vou sempre partir para cima do adversário. O Marcelo (lateral do Real Madrid) me fala para ir logo para lá e que continue com esse futebol alegre, para conquistar o mundo como Neymar e Ronaldinho, em quem me espelho muito´´.

Momentos

“Os momentos mais felizes eu vivi aqui dentro. E os mais tristes também. Eu vou levar a bagagem cheia de experiência, gratidão e alegria. De todos que me ajudaram. Da torcida, que me emocionou muito. Essa gratidão não tem como explicar. É o clube do meu coração, que eu amo mais que tudo. Depois da minha família, o Flamengo é minha maior paixão´´.

 

 

Fonte: assessoria de imprensa do Flamengo

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_