BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Rússia 2018: Em duelo de goleiros espetaculares, Croácia elimina Dinamarca e está nas quartas de final

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Nijni Novgorod, RUS, 1º de julho

Muita emoção nas oitavas de final, neste domingo (1/7), em Nijni Novgorod! Gols logo no início do primeiro tempo! Chances criadas e desperdiçadas. Muita marcação e equilíbrio. Goleiros espetaculares! Schmeichel, da Dinamarca, defendeu um pênalti cobrado pelo craque Modric, na reta final do segundo tempo da prorrogação, e levou a decisão para as cobranças de pênaltis. E defendeu mais duas cobranças na bola parada. Mas a Croácia, depois do empate em 1 a 1 no tempo normal, e 0 a 0 na prorrogação, teve no goleiro Subasic um paredão, defendendo três pênaltis, e classificando os croatas para as quartas de final da Copa do Mundo.

Agora, nas quartas de final, no próximo sábado (7), às 15 horas (de Brasília), em Sochi, a Croácia encara a anfitriã Rússia, que eliminou a Espanha, também nos pênaltis, por vaga nas semifinais.

A partida começou eletrizante. Logo no primeiro minuto, em arremesso lateral feito por Dalsgaard, que mandou a bola dentro da área, houve bate e rebate e Jorgensen chutou rasteiro e abriu o placar para a Dinamarca: 1 a 0. Gol relâmpago, que o goleiro Subasic vacilou!

Sem se abater, a Croácia se mandou para o ataque e chegou ao empate aos três minutos. Em cruzamento na área, a zaga dinamarquesa tentou aliviar e, no chutão, a bola explodiu no rosto de Christensen e sobrou para o artilheiro Mandzukic deixar tudo igual: 1 a 1.

Com o empate, o jogo ficou equilibrado, com as duas equipes marcando muito forte e poucas chances de gol no primeiro tempo. Aos 26 minutos, Braithwaite finalizou e o goleiro da Croácia chegou abafando impedindo o segundo gol dinamarquês. Aos 28, Rakitic arriscou de fora da área e Schmeichel espalmou. Na última chance, aos 38, após cobrança de falta pelo lado esquerdo, o zagueiro Lovren cabeceou para fora.

Na etapa final, o jogo ficou medroso. As duas equipes recuaram muito, marcaram forte e pouco chegaram no ataque. Na melhor chance da Dinamarca, aos 26 minutos, Jorgensen arriscou de fora da área e Subasic defendeu. Já aos 32, Rebic, da entrada da área, chutou de maneira venenosa e Schmeichel espalmou.

Na prorrogação, a Dinamarca teve a melhor chance no primeiro tempo. Foi aos oito minutos, quando Schone, de fora da área, assustou o goleiro Subasic. Na etapa final, em lançamento de Modric, aos oito minutos, Rebic driblou o goleiro e foi derrubado por Jorgensen. Pênalti, que Modric cobrou aos 10 minutos e Schmeichel defendeu.

Nos pênaltis, os goleiros brilharam. Schmeichel, que já havia defendido um na prorrogação, pegou os chutes de Badelj e Pivaric. Mas quem levou a melhor foi Subasic, que dfendeu as cobranças de Eriksen, Schone e Jorgensen e decretou a vitória da Croácia por 3 a 2.

FICHA TÉCNICA

CROÁCIA 1 (3) X 1 (2) DINAMARCA

Local: Estádio de Nijni Novgorod (Rússia)
Árbitro: Nestor Pitana (Argentina)
Cartão amarelo: Jorgensen (Dinamarca)
Gols: Jorgensen, no 1º minuto; e Mandzukic, aos 3 minutos do primeiro tempo
Pênaltis: marcaram Kramaric, Modric e Rakitic (Croácia). Perderam Bedelj e Pivaric
marcaram Kjaer e Krohn Dehli para Dinamarca. Perderam Eriksen, Schone e Jorgensen

CROÁCIA
Subasic; Vrsaljko, Lovren, Vida e Strinic (Pivaric); Rakitic, Brozovic (Kovacic), Rebic, Modric e Perisic (Kramaric); Mandzukic (Badelj)
Técnico: Zlatko Dalic

DINAMARCA
Schmeichel; Dalsgaard, Kjaer, Jorgensen e Christensen (Schone); Delaney (Krohn-Dehli), Knudsen e Eriksen; Poulsen, Cornelius (Nicolai Jorgensen) e Braithwaite (Sisto)
Técnico: Age Hareide

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_