BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série B: Guarani mostra sua força em Campinas, derrota Coritiba e entra de maneira provisória no almejado G4

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Campinas, SP, 9 de julho de 2018

O Guarani fez sua melhor partida dentro do Campeonato Brasileiro da Série B. Com muita tranquilidade, domínio e paciência, o Bugre envolveu o Coritiba e venceu, por 2 a 1, nesta segunda-feira (9/7), no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, pela 15ª rodada. Pará, cobrando falta, abriu o placar. Guilherme Parede deixou tudo igual, mas Bruno Mendes, na etapa final, de cabeça, decretou a vitória.

Com o resultado, o Bugre chegou aos 23 pontos e, momentaneamente, ocupa a terceira colocação, dentro do cobiçado G4. O próximo compromisso do Guarani será na terça-feira (17), às 21h30, outra vez no Brinco de Ouro, e novamente diante de adversário que luta pelas quatro primeiras colocações e pelo acesso, o Figueirense.

Pela primeira vez o técnico Umberto Louzer conseguiu repetir a escalação. Apesar do retorno do zagueiro Philipe Maia – após cumprir suspensão automática -, o treinador optou pela manutenção do time que bateu o Oeste na última rodada, em Barueri. O Bugre iniciou com: Oliveira; Kevin, Éverton Alemão, Edson Silva e Pará; Willian Oliveira, Ricardinho, Denner , Rafael Longuine e Matheus Oliveira; Bruno Mendes.

A primeira parte da partida foi muito movimentada. O Guarani teve o controle do jogo e dominou as ações. O Bugre, sempre nos contra-ataques, levava perigo ao gol de Wilson utilizando as descidas rápidas pelos lados do campo. O cenário para o domínio começou ser criado aos três minutos. Bruno Mendes foi derrubado na entrada da área e Pará cobrou a falta, de forma magistral, para abrir o marcador.

Em vantagem, o Bugre adotou uma postura um pouco mais reativa e criou muitas chances de ampliar, porém, parou no goleiro Wilson. Aos nove, Matheus Oliveira recebeu na intermediária, arriscou e a bola se perdeu em linha de fundo. Aos 24, Ricardinho roubou a bola, tocou para Kevin, o lateral cruzou e Denner chutou em cima de Wilson, que defendeu com os pés. Aos 31, foi a vez de Willian Oliveira parar no goleiro após cabeçada.

Depois do bom início, o Bugre diminuiu o ímpeto e o adversário cresceu. Aos 34, Simião aproveitou o cruzamento da esquerda, cabeceou firme e Oliveira espalmou. Aos 36, Vitor Carvalho ganhou de Edson Silva, mas chutou por cima. Aos 39, o Bugre tentou o segundo com Ricardinho. Mas foi o Coritiba que marcou. Aos 43, Guilherme Parede aproveitou o cruzamento e cabeceou para empatar.

A segunda etapa seguiu o mesmo roteiro do primeiro tempo, mas o Bugre conseguiu manter-se à frente no placar. Logo aos dois minutos, Pará cobrou escanteio e, Bruno Mendes, de cabeça, fez o segundo do Guarani.

Diferente das últimas partidas, o Bugre continuou buscando o ataque mesmo com a vantagem. Aos 15, Bruno Mendes ganhou na corrida do defensor, mas, desequilibrado, não conseguiu concluir.

O Coritiba respondeu aos 16, Guilherme Parede roubou a bola no meio-campo, chutou cruzado e Oliveira se esticou todo para defender. Aos 22, mais Guarani. Éverton Alemão aproveitou o escanteio, subiu alto, mas testou para fora. Aos 25, o zagueiro apareceu novamente. Alemão soltou uma pancada da intermediária de ataque e obrigou o goleiro do Coxa espalmar.

Buscando o empate, o Coritiba se lançou ao campo de ataque e deu os contra-ataques para o Bugre. Aos 36, Uillian Corrêa tentou de fora da área e, Pará, em cima da linha, afastou. Apesar das tentativas desesperadas do adversário, o Bugre manteve a solidez defensiva e confirmou mais uma vitória na Série B.

Ficha Técnica

Guarani 2 x 1 Coritiba

Estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Arbitragem: Jean Pierre Gonçalves, auxiliado por Leirson Peng Martins e Lúcio Beiersdorf Flor
Gols: Pará, aos  3; e Guilherme Parede, aos 43 minutos do primeiro tempo. Bruno Mendes, aos 2 minutos da etapa final
Cartões Amarelos: Poveda (Guarani) e Guilherme Parede e William Matheus (Coritiba)
Renda: R$ 58.753,00
Público:  4.567 pessoas

Guarani
Oliveira; Kevin, Éverton Alemão, Edson Silva e Pará; Willian Oliveira, Ricardinho, Denner (Rondinelly), Rafael Longuine e Matheus Oliveira (Caíque); Bruno Mendes (Poveda)
Técnico: Umberto Louzer

Coritiba
Wilson; Vinícius Kiss (Pablo), Thalisson Kelven, Alex Alves e William Matheus; Vítor Carvalho (Yan Sasse), Simião (Jonatas Belusso), Uillian Correira e Alisson Farias; Guilherme Parede e Bruno Moraes
Técnico: Eduardo Baptista

 

 

Fonte: assessoria de imprensa do Guarani

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_