BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A: Róger Guedes vai para Shandong Luneng, da China! Palmeiras, Galo e Criciúma partilham lucro

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
São Paulo, SP, 12 de julho de 2018

O Palmeiras fechou a porta para o interesse de clubes chineses no futebol do atacante Dudu. Mas não fez a mesma força para segurar Róger Guedes, que estava emprestado para o Atlético-MG até o final da temporada, e tinha grande parte dos direitos econômicos pertencente ao Criciúma, que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro.

Nesta quinta-feira (12/7), o Palmeiras negociou em definitivo Róger Guedes com o Shandong Luneng, da China. O valor da negociação foi 9,5 milhões de euros (aproximadamente R$ 43 milhões).

O Palmeiras, dono de 25% dos direitos econômicos do jogador, levará 45,26% do valor total: 4,3 milhões de euros (R$ 19,5 milhões). O Atlético-MG, além dos 5% do valor de taxa de vitrine por ter o empréstimo do jogador, conseguiu barganhar para liberá-lo e embolsou 2,5 milhões de euros (R$ 11,3 milhões).

Já o Criciúma, por ter 75% dos direitos econômicos de Róger Guedes, arrecadou 2,7 milhões de euros (R$ 12,2 milhões).

A janela na China fecha nesta sexta-feira. E para o negócio não emperrar, o Shandong Luneng, só para efeito de papelada, está levando Róger Guedes por empréstimo. Porém, a negociação foi em definitiva, e o jogador não volta mais para o futebol brasileiro. Inclusive ele já foi liberado pelo Atlético-MG.

Quem vai ficar com uma parte do dinheiro que será arrecadado pelo Palmeiras é o ex-presidente Paulo Nobre. Na oportunidade, ele pagou R$ 2,5 milhões ao Criciúma para comprar 25% dos direitos econômicos, em 2016. Agora, ele será restituído, com uma pequena correção, conforme ficou estipulado em contrato na oportunidade.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_