BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série B: Guilherme Alves, ex-Portuguesa e vitorioso no Novorizontino, é o novo treinador do Paysandu

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Belém, PA, 14 de julho de 2018

A diretoria do Paysandu acertou na manhã deste sábado (14/7) a contratação do técnico Guilherme Alves para ocupar a vaga de Dado Cavalcanti, demitido após a derrota, em casa, por 2 a 1 para o Vila Nova-GO, em casa, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além do treinador de 44 anos, o auxiliar-técnico Jorge Raulli também foi contratado. Ambos serão apresentados oficialmente à imprensa na manhã da próxima segunda-feira (16), no Estádio da Curuzu.

Ex-atacante de clubes como São Paulo, Atlético-MG, Cruzeiro, Corinthians e Botafogo-RJ, Guilherme Alves tem currículo vitorioso no cenário nacional como jogador, com conquista de  Libertadore, Copa Conmbebol, além de premiações individuais de artilharia, inclusive do Brasileirão de 1999, quando marcou 28 gols na campanha do vice-campeonato do Galo e quase igualou a marca de Edmundo.

Ele possui mais de uma década de experiência de trabalhos em comissão técnica, com passagens por Marília, Atlético-MG, Vila Nova-GO, Portuguesa, entre outros. O treinador tirou o Novorizontino da Série B2 do Paulistão para a elite do campeonato, que é considerado o Estadual mais nivelado do Brasil. Em três anos na equipe do interior de São Paulo, alcançou a marca de 59 jogos oficiais, com 28 vitórias, 19 empates e 12 derrotas.

No Paulistão 2017, o ataque do seu time foi o quinto melhor da competição, com 24 gols marcados, atrás apenas de Santos, Corinthians, Palmeiras e Audax. Sua equipe também teve a maior sequência invicta da competição com seis jogos, além de ter ficado apenas a um ponto das quartas de final.

Em 2016, Guilherme Alves já havia realizado boa campanha no comando do Vila Nova, na Série B do Brasileiro. No clube goiano, teve a melhor campanha entre os clubes em jogos fora de casa, com 53,6% de aproveitamento.

No início da carreira à beira do campo, Guilherme Alves também fez estágios com alguns técnicos no Brasil, entre eles Vanderlei Luxemburgo, Muricy Ramalho, Adilson Batista, Paulo Silas, Vagner Mancini e Alexandre Gallo.

O novo comandante do Papão encara com seriedade e otimismo o desafio de dirigir o Maior Campeão da Amazônia, embora o time não esteja na primeira página da tabela da Série B de 2018.

“Entendo a preocupação do torcedor. Estou pronto para demonstrar, com muito trabalho e entrega, que estou preparado para estar aqui. Eu trabalho há anos estudando, me atualizando e treinando times. O principal é que me sinto em condições e com uma vontade enorme de trabalhar´´, afirmou.

O novo técnico do Paysandu dedicou grande parte de 2017 e do primeiro semestre deste ano aos estudos, para aprimorar seus conhecimentos.

“Existem momentos em que você precisa pensar na sua carreira para não virar figurinha carimbada, pousando de galho em galho simplesmente para não ficar em casa. Isso aconteceu nos últimos dois anos. Eu planejo minha carreira e resolvi apostar em situações que pudessem me proporcionar condições de trabalho e não simplesmente ir para estar empregado´´, explicou Guilherme Alves.

Por fim, o treinador destacou a força do Papão no País.

“O Paysandu é um clube de tradição, de torcida e claramente bem estabelecido no mercado. O clube pensa futebol como eu penso e isso não me fez pensar duas vezes em aceitar o convite. Eu estou muito motivado´´, finalizou.

Fonte: assessoria de imprensa do Paysandu

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_