BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Rússia 2018: Polêmica e indecisão no VAR marcam a vitória da França contra Croácia e o título mundial

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Moscou, RUS, 15 de julho de 2018

A jovem Seleção Francesa é campeã pela segunda vez da Copa do Mundo! Neste domingo (15/6), no Estádio Luzhnikí, em Moscou, a França derrotou a Croácia por 4 a 2 e faturou o título, igualando Argentina e Uruguai com dois títulos mundiais. Alemanha e Itália ganharam quatro cada, enquanto o Brasil segue com cinco canecos. Já os croatas fizeram a sua melhor participação na história da competição com o vice-campeonato.

O francês Mbappé foi premiado com o troféu de revelação da Copa do Mundo da Rússia, enquanto o seu companheiro Griezmann foi eleito o craque da partida. Já o craque do Mundial de 2018 foi o croata Modric, que curiosamente neste domingo não esteve tão bem em campo.

Apesar de ter apresentado o melhor futebol, o título da França mereceu críticas, justas, da Croácia. A seleção francesa jogou melhor e mereceu vencer. Inegável. Mas, no primeiro gol, o atacante  Griezmann se jogou no chão e cavou falta inexistente. Na cobrança, feita por ele mesmo, Pogba estava impedido e participou da disputa de bola, que Mandzukic marcou contra, abrindo o placar. E o árbitro nem consultou o VAR, muito menos foi alertado pelos árbitros de vídeo pelo gol irregular.

Depois, já com o empate 1 a 1, após Perisic deixar tudo igual e a Croácia começar a jogar melhor, a arbitragem bateu cabeça. O fraco árbitro argentino Néstor Pitana não marcou nada em cobrança de escanteio, mesmo com reclamações dos franceses de toque na mão de Perisic. O árbitro de vídeo pediu para ele consultar o VAR. Após consultar inúmeras vezes, deixar o local do VAR, e voltar em seguida para ver outra vez, ele acabou marcando pênalti, que Griezmann converteu 2 a 1. Muito esquisito o primeiro tempo.

Já na etapa final, com a França nitidamente melhor fisicamente, além de todo o seu potencial tático e técnico, Pogba e Mbappé fizeram mais dois gols e definiram o título. Mandzukic só diminuiu porque o goleiro Lloris foi mascarado ao tentar driblá-lo e perdeu bola boba.

O detalhe é que a seleção francesa, em sua maioria, tem condições de estar na Copa do Mundo do Catar de 2022. Só três jogadores estão acima dos 30, no caso, com 31, todos: Lloris, Matuidi e Giroud. A defesa é muito jovem: Pavard (22), Varane (25), Umtiti (24) e Hernadez (22). Kanté tem 27, enquanto Pogba 25. O bom de bola Griezmann tem 27, e o garoto Mbappé apenas 19.

Já a Croácia provavelmente passará por reformulação e grande parte do time. Subasic tem 33 anos; Vrsaljko (26), Lovren (28), Vida (29) e Strinic (30). Rakitic (30), Brozovic (25), Rebic (24), Modric (32) e Perisic (29). E o artilheiro Mandzukic tem 32.

FICHA TÉCNICA

FRANÇA 4 X 2 CROÁCIA

Local: Estádio Luzhnikí, em Moscou (Rússia)
Árbitro: Néstor Pitana (Argentina)
Cartões amarelos: Kanté e Hernández (França); Versaljko (Croácia)
Gols: Mandzukic, contra, aos 17; Perisic, aos 27; e Griezmann, cobrando pênalti, aos 37 minutos do primeiro tempo. Pogba, aos 13, e Mbappé, aos 19 minutos; e Mandzukic, aos 23 minutos do segundo tempo

FRANÇA
Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Hernández; Kanté (N’Zonzi), Pogbae e Matuidi (Tolisso); Mbappé, Giroud (Fekir) e Griezmann
Técnico: Didier Deschamps

CROÁCIA
Subasic; Versaljko, Lovren, Vida e Strinic (Pjaca); Brozovic, Rakitic, Rebic (Kramaric), Modric e Perisic; Mandzukic
Técnico: Zlatko Dalic

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_