BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Copa do Brasil: Cruzeiro empata com Atlético-PR, está nas quartas e ganha elogios de Mano Menezes

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Belo Horizonte, MG, 16 de julho de 2018

Com quase 45 mil torcedores no Mineirão, o Cruzeiro garantiu sua classificação para as quartas de final da Copa do Brasil. Depois de vencer o Atlético-PR por 2 a 1, na Arena da Baixada, em Curitiba, antes da paralisação para a Copa do Mundo, a Raposa entrou em campo nesta segunda-feira (16/7), no Mineirão, e ficou no empate em 1 a 1 com o Furacão, no jogo de volta das quartas de final.

O gol do Cruzeiro foi marcado por De Arrascaeta, que disputou a Copa do Mundo pelo Uruguai, voltou com status de titular, e fez 1 a 0 aos 40 minutos do segundo tempo. Bergson, seis minutos depois, deixou tudo igual. A Raposa agora encara o Santos nas quartas de final. O primeiro jogo será dia 1/8, às 19h30, na Vila Belmiro, em Santos.

“O Cruzeiro fez bom jogo. Era perigosíssimo, pela circunstância. Ninguém sabia como as equipes iriam voltar. Não se tinha parâmetro. Atlético-PR com técnico novo e com uma formação diferente. Fizemos jogo equilibrado, maduro, consciente. Não saímos com a vitória por um detalhezinho de jogo. Estou contente com o que os jogadores produziram. Agora, é daqui para mais´´, prometeu o técnico Mano Menezes.

O treinador ficou satisfeito com as substituições feitas e o desempenho até dos reservas.

“Melhoramos com as entradas dos jogadores no segundo tempo. Alguns não estão nos seus 100%. Vamos crescer em cima de vitórias. Não é fácil chegar nas fases finais da Copa do Brasil. Com essa classificação ficamos mais fortes, torcedor vai sentindo a necessidade de ajudar ainda mais, porque é assim. Estou aqui há três anos. No primeiro chegamos na semi, depois fomos campeões. Estamos caminhando de novo. É muito difícil chegar sempre. Somos bem maduros para saber que o futebol é assim. A retomada está acontecendo. Estou aqui para ser justo. Quem tiver que sair, vai sair. Tem jogador bom para entrar também. Estou bastante satisfeito com o grupo. Vamos melhorar´´.

A partir de agora o pensamento, pelo menos na Copa do Brasil, será para os duelos diante do Santos.

“Sabíamos que se passássemos pegaríamos o Santos. É um grande adversário. Eles também estão trazendo novos jogadores. O adversário a gente não escolhe, a gente enfrenta e respeita. Mas, temos que vencê-los para seguir. O mesmo objetivo de lá é o nosso´´, afirmou Mano Menezes, que prepara a Raposa para o clássico contra o América-MG, quinta-feira, no Mineirão, às 19h30, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O JOGO

Em uma partida bastante truncada, Cruzeiro e Atlético-PR iniciaram o confronto com bastante movimentação no meio-campo e com poucas chances de gol. Aos 18 minutos da primeira etapa, Rafael Sóbis tentou cabeceio após escanteio cobrado por De Arrascaeta, mas não conseguiu concluir.

Aos 29 minutos, a Raposa chegou com perigo. Após avanço de Egídio pela esquerda, De Arrascaeta recebeu o passe e bateu em direção ao gol, mas a bola resvalou no defensor e voltou no próprio meia celeste, saindo na linha de fundo. Já aos 43, Rafael Sóbis soltou uma bomba de fora da área, mas o goleiro Santos colocou para escanteio.

No segundo tempo, o jogo novamente começou equilibrado, mas logo o Cruzeiro dominou o campo. Aos 27 minutos, Edilson arriscou de fora da área, mas o goleiro Santos espalmou. Aos 40 minutos, De Arrascaeta recebeu passe de Robinho, ganhou dos zagueiros na dividida e chutou para o fundo do gol: 1 a 0. Seis minutos depois, Bergson empatou: 1 x 1.

“Sem dúvida que era um jogo importante para nós, mas estávamos confiantes que iríamos passar. E mais uma vez a torcida fez grande diferença´´, festejou De Arrascaeta.

CRUZEIRO 1 X 1 ATLÉTICO-PR

COPA DO BRASIL – Jogo de volta das oitavas

Local: Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Público pagante: 39.784
Público presente: 44.443
Renda: R$ 638.477,00
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Cartões amarelos: Thiago Neves e Raniel (Cruzeiro); Bruno Guimarães e Renan (Atlético-PR)
Gols: De Arrascaeta, aos 40; e Bergson, aos 46 minutos do segundo tempo

Cruzeiro
Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Rafinha (Robinho), Thiago Neves (Raniel) e De Arrascaeta; Rafael Sóbis (David)
Técnico: Mano Menezes

Atlético-PR
Santos; Jonathan (Bergson), Thiago Heleno, Paulo André e Renan Lodi; Bruno Guimarães, Lucho González (Marcinho) e Rossetto; Nikão, Raphael Veiga (Guilherme) e Pablo
Técnico: Tiago Nunes

Fonte: assessoria de imprensa do Cruzeiro

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_