BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Sul-Americana: Enderson ressalta força do Bahia dentro de casa na vitória diante do Cerro-URU

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Salvador, BA, 27 de julho de 2018

A semana foi produtiva para o Bahia em dois jogos em Salvador. No último domingo, a equipe massacrou o rival Vitória com goleada por 4 a 1, pelo Campeonato Brasileiro, na Arena da Fonte Nova. Já na quarta-feira (25/7), no jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana, em Pituaçu, venceu o Cerro-URU por 2 a 0, abrindo boa vantagem para a partida de volta, em Montevidéu.

“O primeiro tempo foi abaixo do que esperávamos. A gente tem sequência complicada de jogos e estamos sem tempo para treinar. No jogo, os encaixes não funcionaram bem. Fizemos uma mudança de posicionamento que funcionou e até poderíamos ter saído com resultado melhor. No fim, o mais importante é que o elenco deu resposta muito boa, conquistamos o triunfo e levaremos a vantagem para o jogo de volta, em Montevidéu´´, avaliou.

O treinador não falou sobre atuações individuais, mas comentou as participações do meia-atacante Marco Antônio e do volante Nilton, que voltou a atuar como titular após três meses.

“Esses são jogadores que tenho aproveitado para conhecer um pouco mais. Como temos limitação grande de treinamento e são jogadores em quem a gente acredita, aposta, eles são importantes dentro do processo da equipe. A gente viu boa apresentação dos dois, assim como outros atletas´´, disse.

Enderson voltou a falar sobre o revezamento dos titulares para esse jogo.

“Não é questão de poupar atletas. Você pode imaginar: o Léo é forte, potente, você vê a atuação de domingo e a de quarta-feira. Ele foi, mas com dificuldade. Pelo desgaste, eles não conseguem se colocar com plenitude e aí a gente faz as trocas. O grupo é muito homogêneo, muito próximo. As vezes um é mais rápido, mais técnico, outro sai mais, outro fica mais, enfim… Temos que aproveitar o elenco. São muitos jogos. Isso faz com que a gente vá chegando nas competições com jogadores sempre inteiros para começar a partida´´, analisou.

Por fim, o treinador falou da a sequência de jogos, participação da torcida e sobre a expectativa para o duelo contra o Atlético-MG, pelo Brasileirão, na segunda-feira (30), outra vez em Salvador.

“A gente deu uma folga para a turma toda na quinta-feira para dar recarregada nas energias. A gente quer entregar aos torcedores boas apresentações, triunfos, e queria agradecer a eles, principalmente após o primeiro tempo difícil e como eles nos incentivaram. A gente não tem facilidade dentro ou fora de casa. Conheço bem a equipe do Atlético-MG. É forte, precisamos estar concentrados. Precisamos do nosso torcedor para ajudar. Vai ser partida das mais difíceis que vamos enfrentar na temporada´´, finalizou.



Fonte: assessoria de imprensa do Bahia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_