BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A: Ainda sem vencer no comando do Santos, Cuca pede contratações de um centroavante e um meia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Santos, SP, 5 de agosto de 2018

Foram apenas duas partidas no comando do Santos. Derrota, na Vila Belmiro, para o Cruzeiro, por 1 a 0, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, e empate sem gols, no último sábado (4/8), no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pelo Campeonato Brasileiro. Mas o técnico Cuca já está preocupado com a fragilidade do elenco. Tanto que ele pede as contratações de um centroavante  e  um meia.

“É nítido que temos a necessidade de um centroavante. É muito claro isso! Também precisamos de um amador. Quem sabe até dois! Por enquanto estamos buscando internamente essas situações´´, disse Cuca, vetando a chegada do atacante argentino Marco Ruben, do Rosario Central.

“Estão falando da contratação do Jô, que está no Japão. Eu não pedi! Mas se chegar ficarei satisfeito´´, emendou o treinador do Santos.

Em princípio, a possibilidade de promover a estreia do meia costarriquenho Bryan Ruíz  também não está fazendo a cabeça de Cuca. O treinador deixa transparecer que duvida da capacidade do jogador ser um articulador.

“Não foi uma contratação feita por mim. Tomara que ele consiga fazer a articulação do Santos. Só o treino vai me mostrar! Tenho que avaliar e dar oportunidades´´, afirmou Cuca.

De olho na reformulação do elenco, Cuca aceitou as saídas de David Braz e Vecchio, que foram negociados. Mas vetou a saída de Jean Mota.

“Só tenho o Dodô para a lateral esquerda e preciso do Jean Mota. Já o David Braz e o Vecchio são situações de mercado e temos outros jogadores para a posição´´, finalizou.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_