BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Libertadores: Eliminado mais uma vez, Flamengo corre atrás dos títulos da Copa do Brasil e Brasileiro

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Rio de Janeiro, RJ, 30 de agosto de 2018

O Flamengo ficou mais uma vez pelo caminho na Libertadores. Mesmo vencendo por 1 a o o Cruzeiro, em pleno Mineirão, na última quarta-feira (29/8), a derrota no primeiro duelo das oitavas de final por 2 a 0, no Maracanã, foi falta para as pretensões da equipe de conquistar o título. Mas restam outras duas chances: Brasileiro e, principalmente, Copa do Brasil, onde está nas semifinais e terá pela frente o combalido Corinthians.

O técnico Maurício Barbieri e o goleiro Diego Alves entendem que o Flamengo merecia melhor sorte diante do Cruzeiro. Mas não adianta ficar lamentando. Resta a equipe erguer a cabeça e correr atrás do título nas duas últimas competições na temporada.

“O balanço é positivo sobre a atuação. Fizemos grande jogo e sabíamos que os detalhes fariam a diferença. Pela dedicação e atitude que a equipe mostrou, estão todos de parabéns. O resultado é ruim e causa dor, mas precisamos usar isso como motivação, pois ainda temos muitas coisas para disputar. A Libertadores era grande objetivo que tínhamos. A eliminação aconteceu pela derrota na primeira partida. Não tiro o mérito do Cruzeiro. Foram dois grandes jogos. O detalhe foi a diferença, nesse caso o fator casa. Agora é virar a página mesmo com a grande dor, pois agora temos mais um desafio no domingo´´, analisou o treinador.

Já o dono da camisa 1 do Flamengo lamentou a derrota no primeiro jogo.

“Falar dos erros do primeiro jogo não acrescenta em nada. É claro que a derrota fora de casa é bom para eles e foi nosso pecado maior. Temos que enaltecer o que o time fez. Estamos decepcionados, mas batalhamos muito. Temos que enaltecer os torcedores que vieram também. Precisamos lamentar essa derrota, pois gostaríamos muito de passar. Agora é usar esse momento para melhorar nos próximos desafios que teremos´´, disse.

Murício Barbieri afirmou que vai continuando escalando força máxima nas duas competições que restam.

“Estamos enfrentando todas as competições com muita dedicação. Fazemos trabalho excelente de recuperação de atletas, principalmente olhando o índice de lesões. Pelo tamanho do clube, precisamos jogar sempre pensando em vencer e em títulos. Nenhum treinador é maior do que o clube. Precisamos sempre tomar decisões pensando no que é melhor para o clube. Tenho convicção que tomei a decisão correta em não poupar jogadores por isso´´, afirmou.

O Flamengo volta a campo no domingo (2/9), às 11 horas, contra o desesperado Ceará, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Fonte: assessoria de imprensa do Flamengo

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_