BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série B: Sem se fixar no G4, Ponte Preta contrata Marcelo Chamusca e João Brigatti deixa o clube

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Luiz Ademar (Blog do Futebol Caipira)
Campinas, SP, 3 de setembro de 2018

Marcelo Chamusca, que em 2017 comandou o Ceará no acesso da Série B do Campeonato Brasileiro para Série A, é o novo técnico da Ponte Preta. O treinador chegará na segunda-feira (3/9) para assinar contrato e já comandar a Macaca no treinamento do dia. João Brigatti, que é funcionário da Ponte e estava como interino no cargo, permaneceria como auxiliar fixo da Macaca, somando forças com o novo comandante e seus auxiliares. Porém, após pensar muito, decidiu deixar o clube.

Marcelo Chamusca, que é irmão do também treinador Péricles Chamusca, foi o primeiro técnico do Brasil a conseguir comandar equipes em acessos nas três séries (subiu times da série D para a C, da C para a B e da B para A). Nascido em Salvador, aos 51 anos de idade ele já comandou Ceará, Fortaleza, Atlético Goianiense e Paysandu, além de ter feito belo trabalho no rival Guarani. Antes de ser técnico, também atuou como auxiliar no Bahia, São Caetano e Goiás.

A Ponte Preta optou pela saída de Brigatti e chegada de Chamusca após o empate por 1 a 1, dentro de casa, com o Vila Nova-GO, quando não conseguiu se aproximar do G4. E para continuar sonhando com o acesso ao Brasileirão de 2019, a diretoria optou por um treinador experiente no assunto.

BRIGATTI

“O presidente havia me convidado para permanecer no cargo de auxiliar, que eu tinha antes, e na hora eu topei. Mas passei a noite inteira pensando nisso e acho que o meu relacionamento com a torcida pode prejudicar de alguma forma o Chamusca, que é excelente profissional. Eu nunca atrapalhei nenhum técnico enquanto estive aqui, nem iria atrapalhar, pelo contrário, porém temo que esta proximidade minha com a torcida possa prejudicar num relacionamento que se iniciará agora entre o Chamusca e o torcedor´´, explicou Brigatti, anunciando sua saída nesta segunda-feira.

O ex-goleiro irá agora em busca de novos desafios.

“Não tenho nada em vista no momento, mas com certeza continuarei trabalhando e algo irá surgir. Só tenho a agradecer à diretoria pela oportunidade que me deu e à Ponte Preta, que continua sendo meu time de coração e pelo qual continuarei torcendo sempre. Uma troca de comando é normal no futebol e é vida que segue´´, explicou.

 

Fonte: Assessoria de imprensa da Ponte

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_