BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A: Diego Aguirre valoriza o ponto somado pelo São Paulo fora de casa no clássico contra o Santos

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
São Paulo, 16 de setembro de 2018

O técnico Diego Aguire valorizou o resultado obtido pelo São Paulo no clássico contra o Santos (0 x 0), na Vila Belmiro, este domingo (16/9), pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Diante de duro anfitrião, que acumulava série invicta nos últimos jogos, o Tricolor teve dificuldades, mas somou um importante ponto como visitante.

“É um ponto que tem valor. Sempre queremos ganhar, mas em alguns momentos temos que valorizar o ponto fora de casa. É um ponto que, talvez no final, pode ser decisivo. O Santos teve uma chance de matar o jogo, então poderíamos ter perdido. Então, um ponto está bom´´, disse o comandante, que acrescentou.

“Jogar na Vila é difícil. O Santos é outro time em relação ao que enfrentamos no primeiro turno do Brasileiro. A verdade é que nos faltou mais poder ofensivo e aproveitar os espaços que o Santos deixava. Não tivemos muitas opções de marcar gol´´, opinou.

Agora, o São Paulo tem 50 pontos, contra 49 do Internacional – entrará em campo nesta segunda-feira (17), fora de casa, contra a Chapecoense. No próximo final de semana, em novo desafio nesta briga pelo topo da tabela, o Tricolor receberá o América-MG no Morumbi – os ingressos para o confronto com os mineiros já estão à venda.

“O adversário mais complicado sempre é o próximo. Todos estão jogando por coisas importantes. Temos que nos preparar para jogar uma final e tentar vencer. São todos jogos difíceis. É impossível não falar de tudo, porque se estamos na liderança é porque fizemos boas coisas. Mas gostaria de ter mais pontos. Acho que poderíamos”, afirmou o treinador, que emendou.

“Agora temos de nos concentrar em ganhar os próximos três pontos e continuar na frente. O São Paulo está bem e os jogadores estão querendo vencer os rivais. Estamos com objetivo importante. Queremos ser protagonistas. Temos que ter calma e isso faz parte. O começo do segundo turno é melhor que o começo do primeiro. Estamos bem e com confiança. Vamos ver o que acontece, mas o São Paulo está forte´´, finalizou o treinador.

Reinaldo seguiu a mesma linha de raciocínio do comandante do São Paulo.

“Muitos times ainda vão sofrer na Vila, porque é complicado enfrentar o Santos fora de casa. Temos que valorizar o resultado, mas nos cobrar porque não fizemos grande jogo. Pecamos no final das jogadas e não tivemos muitas oportunidades, mas levamos um ponto importante na bagagem´´, avaliou o lateral, que completou.

“O Santos tem qualidade e joga para frente, então nosso time adotou uma postura mais defensiva para não ser surpreendido. No geral, apesar das adversidades, nossa equipe foi madura o suficiente para não tomar gols e encarar o Santos na Vila Belmiro´´, emendou o lateral-esquerdo, que teve a opinião compartilhada pelo capitão Hudson.

“Temos que admitir que enfrentar o Santos, que vive boa fase, não é fácil fora de casa. Sabíamos que a nossa equipe não teria muitas chances na frente, então era preciso ser cirúrgico na frente para tentar aproveitar. Criamos pouco, mas fomos bem defensivamente para arrancar o empate´´, analisou.

 

Fonte: assessoria de imprensa do São Paulo

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_