BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Libertadores: Palmeiras bate Colo-Colo, de Valdivia, segue 100% como visitante e está perto das semifinais

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Santiago, CHI, 21 de setembro de 2018

O Palmeiras visitou o Colo-Colo-CHI na noite de quinta-feira (20/9), em Santiago, no Chile. A partida foi válida pelo jogo de ida das quartas de final da Libertadores e, com a vitória por 2 a 0 – gols de Bruno Henrique e Dudu –, o Verdão largou na frente e terá vantagem para decidir no jogo de volta, em 3/10 (quarta-feira), às 21h45, no Allianz Parque, em São Paulo (SP). O time de Felipão poderá até perder por um gol de diferença que estará classificado.

Como visitante, o Palmeiras venceu todos os jogos que disputou na Libertadores 2018. Os triunfos referem-se aos seguintes adversários: Júnior Barranquilla-COL (3 a 0), Boca Juniors-ARG (2 a 0), Alianza Lima-PER (3 a 1), Cerro Porteño-PAR (2 a 0) e, agora, Colo-Colo-CHI (2 a 0).

Curiosamente, um feito histórico veio como consequência deste duelo. Hoje com cinco vitórias nos últimos cinco jogos pela Libertadores como visitante, o Palmeiras alcançou a melhor série de triunfos fora de seus domínios na competição continental em todos os tempos: o time de Felipão superou os quatro resultados positivos emplacados em sequência durante a disputa da campanha de 1971, feito este atingido pelo time da Segunda Academia palmeirense, dirigido pelo técnico Rubens Minelli.

Com o resultado desta quinta-feira, o Palmeiras chegou a oito jogos invictos fora de seus domínios: são quatro resultados positivos (Cerro Porteño, Vitória, Chapecoense e Colo-Colo) e quatro empates (Bahia, duas vezes, América-MG e Internacional), com 10 gols marcados contra apenas dois sofridos. Ao todo, jogando fora de casa, são 32 jogos disputados em 2018, com 20 vitórias, oito empates e quatro derrotas, com 52 gols marcados contra 14 sofridos, e um aproveitamento de 72%.

Em 2018, fora de casa, o Palmeiras vem sendo verdadeiro visitante indigesto: venceu todos os jogos da Libertadores que disputou, dentre eles, o Boca Juniors, em plena La Bombonera – os únicos brasileiros que haviam batido o time xeneize até então tinham sido o Santos de Pelé (1963), o Cruzeiro (1994), o Paysandu (2003) e o Fluminense (2012). Além disso, já havia vencido o rival Corinthians por 1 a 0 em Itaquera, pelo Paulista, e, mais tarde, ainda iria superar o Grêmio, na Arena, onde estava invicto havia 15 jogos, em total de quatro meses.

Vale lembrar que, ainda neste ano, o Verdão chegou a ter incríveis 84,4% de aproveitamento dos pontos conquistados como visitante na temporada, superando fronteiras e figurando, desta forma, na terceira colocação dentre as 18 principais ligas profissionais de futebol do mundo – à época, atrás apenas do Bayern de Munique-ALE (que tinha 86,1%) e Juventus-ITA (com 88,9% no período).

O duelo desta quinta-feira também ficou marcado pelo reencontro do Verdão com dois de seus ex-jogadores: o meio-campista Valdivia (campeão do Campeonato Paulista 2008 e da Copa do Brasil 2012 e 2015), que disputou 241 jogos e marcou 41 gols, e o atacante Lucas Barrios (campeão da Copa do Brasil 2015 e do Campeonato Brasileiro 2016), que participou de 45 partidas e balançou as redes em 14 oportunidades.

 

Fonte: assessoria de imprensa do Palmeiras

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_