BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A: Após discurso motivador, técnico Eduardo Baptista muda de opinião e pede demissão no Sport

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Recife, PE, 24 de setembro de 2018

Entre o discurso motivador do técnico Eduardo Baptista e os elogios pelo desempenho do Sport, na derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, no último domingo (23/9), na Ilha do Retiro, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, e o pedido de demissão, nesta segunda-feira (24), foram menos de 24 horas. Ainda ninguém falou o que mudou, mas o certo é que o ameaçado Leão, que ocupa a vexatória 19ª colocadação na tabela de classificação, com apenas 24 pontos, está de pernas para o ar por estar na zona do rebaixamento.

“Enfrentamos uma das melhores equipes do Brasil atualmente e criar jogadas em cima dela e não levar gol são coisas muito difíceis. Tentamos ser criativos e no primeiro tempo conseguimos. Voltamos um pouco nervosos demais para o segundo tempo e o Palmeiras foi criando suas chances com uma bola mais alongada. Conseguimos nos ajustar e igualamos. Tivemos boas chances que não foram convertidas e temos que trabalhar. É trabalho, trabalho e trabalho´´, disse Eduardo Baptista, ainda no vestiário, logo após a partida.

Eduardo Baptista, inclusive, elogiou os 18.681 rubro-negros que compareceram na Ilha do Retiro para apoiar a equipe.

“O torcedor veio em peso e a matemática fica um pouco de lado, precisamos mostrar brio e lutar até o final. Temos que diminuir os erros e buscar encaixar melhor os jogadores para suprir os atletas que estão fora´´, justificou o treinador.

Entretanto, nesta segunda-feira, Eduardo Baptista se reuniu com a diretoria e comunicou o seu pedido de demissão. A diretoria, em peso, tentou demovê-lo da ideia, mas não conseguiu. Junto com o treinador saiu o auxiliar-técnico Gustavo Bueno.

O Sport corre agora atrás do quarto treinador somente no atual Campeonato Brasileiro. Nelsinho Baptista, pai de Eduardo, deixou o comando do clube, logo no início da competição, alegando problemas fora de campo e salários atrasados. Claudinei Oliveira, atualmente no Paraná, foi demitido após a derrota para o São Paulo, na Ilha do Retiro. E agora Eduardo Baptista se manda por causa do ambiente conturbado.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_